Colunistas

warning: Creating default object from empty value in /home/maite/public_html/modules/taxonomy/taxonomy.module on line 1390.

Dúvidas Jurídicas - Parte 14

Foi criada especialmente para VOCÊ, mais esta super seção dentro do site Casa da Maite - a seção DÚVIDAS JURÍDICAS.
Se você tem qualquer dúvida sobre direitos, leis e seus direitos, basta nos enviar um email, que terá um encaminhamento para a mesma, combinado? Não esqueça de enviar o maior números de detalhes possíveis para que nossos advogados possam estar atendendo bem sua demanda.
Esta seção é totalmente GRÁTIS e para participar basta enviar um email para casadamaite@gmail.com

 

Proctologista RESPONDE - Coluna 74

Proctologista RESPONDE - Coluna 73

Dúvidas Jurídicas - Parte 13

Foi criada especialmente para VOCÊ, mais esta super seção dentro do site Casa da Maite - a seção DÚVIDAS JURÍDICAS.
Se você tem qualquer dúvida sobre direitos, leis e seus direitos, basta nos enviar um email, que terá um encaminhamento para a mesma, combinado? Não esqueça de enviar o maior números de detalhes possíveis para que nossos advogados possam estar atendendo bem sua demanda.
Esta seção é totalmente GRÁTIS e para participar basta enviar um email para casadamaite@gmail.com

 

Dr. Mario Warde RESPONDE - coluna 1

Dr. Mário Warde responde dentro do Site Casa da Maite dúvidas gerais sobre os mais variados tipos de cirurgias plásticas. Não esqueça de enviar o maior números de detalhes possíveis para que nossos advogados possam estar atendendo bem sua demanda.
Esta seção é totalmente GRÁTIS e para participar basta enviar um email para casadamaite@gmail.com Dúvidas gerais sobre

Dúvidas Jurídicas - Parte 12

Foi criada especialmente para VOCÊ, mais esta super seção dentro do site Casa da Maite - a seção DÚVIDAS JURÍDICAS.
Se você tem qualquer dúvida sobre direitos, leis e seus direitos, basta nos enviar um email, que terá um encaminhamento para a mesma, combinado? Não esqueça de enviar o maior números de detalhes possíveis para que nossos advogados possam estar atendendo bem sua demanda.
Esta seção é totalmente GRÁTIS e para participar basta enviar um email para casadamaite@gmail.com

 

Cris Camps fala sobre sobre PERUCAS

Olá todos, dessa vez a coluninha da Cris vai falar de PERUCAS.

Pois é gente, o sonho de toda a crossdresser desprendida e que já sai às ruas sozinha ou em grupos, é “passar batida”. Para tanto, ela se esmera em produções que possibilitam naturalidade. Porém, muitas vezes peca no exagero da maquiagem, nas roupas não convencionais, e nos acessórios não adequados, dentre eles, as perucas.

O cabelo, assim como os seios, talvez seja a expressão máxima da feminilidade. Uma CD com uma conduta feminina , vestida e maquiada sem exageros, e com uma peruca adequada, tem grande chance de “passar batida”.

Proctologista RESPONDE - Coluna 72

Dr. Mario Warde responde todas suas dúvidas sobre cirurgia plástica - GRATUITAMENTE

Dr. Mário Warde responde dentro do Site Casa da Maite dúvidas gerais sobre os mais variados tipos de cirurgias plásticas Envie sua dúvida clicando AQUI (casadamaite@gmail.com) colocando o maior número de informações possíveis para que seja respondid@, OK? Dúvidas gerais sobre

• Abdominoplastia
• Bioplastia
• Bleforoplastia
• Calvície
• Carboxi-Therapia
• Ginecomastia
• Laser
• Lifting Facial
• Lipoescultura Corporal
• Lipoescultura Facial
• Mamoplastia redutora
• Mamoplastia de aumento
• Mentoplastias
• Ocidentalização de olhos de orientais
• Olhos: Tratamento do excesso de pele e remoção de bolsas de gordura
• Otoplastia
• Proteses de Mamas
• Próteses de Glúteo
• Ritidoplastia
• Rinoplastia
• Toxina Botulínica
• Tratamento do pescoço
• Tratamento de ex-obesos
• Reconstrução de mama
• Ressecção de nevus (pintas)
• Ressecção de tumores de pele
• Correção de cicatrizes
• Tratamento de queimaduras

Dr. Mário Warde é Cirurgião Plástico, Membro titular da Soc. Bras. Cirurgia Plástica, Coordenador do Ambulatório de Sequelas de Queimaduras IAMSPE,
Coordenador do Ambulatório de Lipodistrofias no HIV + IAMSPE
 

Como obter uma voz feminina - Parte Final


Como eu havia comentado no último capítulo, os tópicos a seguir se relacionam entre si. E para não estender demasiadamente o assunto “Como Obter uma Voz Feminina”, cuja assinatura é da transexual americana Melanie Anne Phillips, coloco os tópicos ENUNCIAÇAO, VOCABULÁRIO, GRAMÁTICA, e PORTUGUÊS CORPORAL, num só capítulo, encerrando a série.
Como vocês puderam observar nessa matéria, uma voz feminina se obtém muito mais com conduta e atitude, do que com modificações físicas. Uma voz grave não significa necessáriamente uma voz masculina. Mas com um trabalho de ponderação como sugerido pela Melanie, qualquer pessoa pode ter uma voz feminina sem muito esforço. Basta conhecer os critérios que diferenciam as atitudes masculinas e femininas.
Espero que todos tenham gostado!
Obrigada e beijos

ENUNCIAÇÃO

Anunciação descreve a forma pela qual as palavras são reproduzidas. Os homens aprendem a desenvolver antes a denotação à conotação.
Na feminilidade, pelo contrário, enfatiza-se uma maior conotação. Uma mulher não está tão preocupada com o significado de uma palavra quanto com o seu contexto, e este contexto é expresso em mais fluxo, graça e maneiras. As mulheres arredondarão os cantos das suas palavras a fim de evitar interrupções bruscas.
Há muita dificuldade no início ao se falar como mulher E cada passo requer trabalho adicional e hábitos adicionais devem ser superados.
O "dialeto feminino", expressos pela Enunciação e pelo Alcance Dinâmico da feminilidade, é aplicável a qualquer língua e cultura do mundo. As palavras e gramática podem mudar, mas a conotação do significado feminino é uma linguagem universal que pode ser compreendida de mulher para mulher independente de tempos e mundos.

VOCABULÁRIO

Pense na frase "O rango tá na mesa!" Qual o sexo da pessoa que disse isso? Uma mulher diria: "A comida está servida", e se ela quisesse ser desagradável, diria "A comida tá na mesa!" (blearg!)
A questão é que algumas palavras são mais masculinas ou femininas do que outras. Em parte, isto ainda deriva da relação de poder. Por exemplo, o homem normalmente "quer" algo, enquanto a mulher "gostaria de" algo. "Querer" significa "necessitar" e implica em "precisar", o que nada mais representa que o direito de ter. Isto reflete o lado agressivo da relação de poder.
Por outro lado, "gostaria de" denota uma preferência, não um intento, e contudo sugere a idéia de pedir algo a fim de verificar se alguém está contra, antes de agir. Isto reflete o lado submisso da relação de poder.
Você pode perceber a diferença na forma com a qual os homens e mulheres fazem o pedido diante do intercomunicador de um Drive-Through de um restaurante. Um homem diria: "Quero um Big Mac.", enquanto uma mulher diria: "Eu gostaria de uma salada, por favor."
Portanto, como mulher, muitos dos seus empregados não renderão aquilo que renderiam se você fosse um homem, mas enfim você pode minimizar as perdas dizendo-lhes o que você "gostaria que", mesmo sabendo exatamente o que você quer!
Outra coisa que os homens fazem é falar com relaxo mascando as palavras. Eles diriam: "Tamos indo bebê duas cerveja". "Tamos" não existe! Uma mulher diria: "Nós estamos indo beber duas cervejas." Ou melhor ainda, diria "tomar" ao invés de "beber".
Repare nestes tipos de expressão. Se você quiser ser feminina, evite-as!

GRAMÁTICA

A gramática lida com a estrutura das frases. Mantendo o conceito da equação de poder, os homens tendem a ser dogmáticos na nossa sociedade, as mulheres submissas. As mulheres podem ter modos, mas não opiniões. Os homens podem dizer que "farão" algo, mas as mulheres diriam "estou querendo fazer" algo.
Procure o equilíbrio na gramática, e usando-o regularmente em diferentes combinações, você poderá ter seu padrão de linguagem, de um modo geral, dentro de um parâmetro mais feminino do que aquele que você tem agora.

PORTUGUÊS CORPORAL

É simplesmente a forma como você se move quando fala. O Português Corporal auxilia a voz e a voz auxilia o Português Corporal. Se uma voz feminina é como uma canção, o Português Corporal é como uma dança. Quando você junta à música a dança, elas desenvolvem harmonias entre si que se contrapõem fazendo o processo todo que cria uma sinfonia.
A parte mais interessante é que a voz e o Português Corporal se modificam mutuamente. Tente dizer algo sem se mover. Então tente falar a mesma coisa gesticulando bem. Você ouvirá que sua voz muda porque você está se mexendo.
Se você se mover de acordo com os seus pensamentos sua voz acompanhará. Mesmo ao telefone você soará mais feminina E mais humana!

 

 

Com carinho,
Cris.

Se você quiser me mandar um email com dúvidas, perguntas ou comentários, escreva para cris_camps@yahoo.com.br

 

Um Jack Sparrow com complexo de Indiana Jones

Vale registrar aqui que adorei o primeiro filme da franquia “Piratas do Caribe”. Perdi a conta das vezes em que o assisti só nos cinemas. E que odiei o segundo. Mas odiei tanto que apesar de algumas recomendações nunca assisti ao terceiro. Só uma cena aqui, outra ali, em algumas de suas exibições nos canais a cabo. E esse quarto? “Navegando em Águas Misteriosas”?
 
Bem, assim, por puro descuido, lá fui eu assisti-lo. E em 3D! Não é ruim como imaginei, só não é divertido nem emocionante, porque até na maior das maiores bobagens, o que faz a coisa ter graça é a complexidade dos personagens. Essa é a fórmula que os americanos conhecem bem, mas às vezes têm preguiça de desenvolver e sabem que não é, absolutamente, o que determina a bilheteria. É só uma questão de qualidade, mas quem precisa dela? E o Jack Sparrow? Ficou reduzido ao bobo da corte perdido na ideia estranhíssima de que a sua única graça está num certo palavrório autodepreciativo e numa espécie de cafajestice que acaba levando a um tipo esquisito de redenção por conta de alguma necessidade de que tenha a quinta, a sexta ou a sétima continuação. Afinal, só este quarto exemplar já rendeu 887 milhões de dólares mundo afora. Não são cifras para se desconsiderar.
 
Como Indiana Jones procurava a arca perdida ou o cálice sagrado, Jack Sparrow parte em busca da fonte da juventude, que por sinal inclui dois cálices e alguma fantasia, digamos assim, pinçados de alguma cartilha mitológica. Dos três primeiros mudou o diretor (Gore Verbinski) e dá pra dizer que é uma mudança significativa. Se o ritmo cai por conta de um palavrório meio “não sabemos para onde estamos indo”, pelo menos não há tanta histeria a ponto de se perder o fio da meada, a praga que contaminou a franquia, e volta e meia assola grandes possibilidades (vide “Homem Aranha 3”, de Sam Raimi).  Rob Marshall (“Chicago”, “Nine”), o novo diretor, é um esteta. Cria planos belíssimos e compõe os quadros numa busca pictórica de beleza que até engana, principalmente graças ao 3D. Mas se tem senso de beleza clássica, não tem muito sentido de aventura, nem de espetáculo.
 
O que sobra a Spielberg e a Peter Jackson, por exemplo, falta demais ao apolíneo Rob Marshall. E o roteiro simplista, no sentido de que “saímos daqui e vamos para lá, enfrentando perigos pelo caminho, na busca de um tesouro que obviamente será encontrado, mas não usado nem abusado”, se dá conta da historinha, sacaneia brutalmente o querido Johnny Depp. Insere dois piratas bandidos interpretados por dois monstros (Geoffrey Rush e Ian McShane), que simplesmente engolem o filme e dão altas lições de interpretação aos coadjuvantes e ao protagonista desavisado.. Pobre Jack, reservaram-lhe apenas algumas correrias e meia dúzia de piadinhas.
 
E Penélope Cruz? Linda, charmosa e tempestuosa, mas que perde fácil pra qualquer sereia metade gente, metade efeito especial. “Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas” não enche o saco, mas também não faz cócegas no cérebro, não desopila o fígado, nem faz você sentir-se num parque de diversões. É só um filminho cheio de ideias que você já viu dezenas de vezes em outros melhores e ainda vai rever em 2D ou 3D em mais uma dezenas de outros.

EDSON BUENO

http://www.edsonbueno.blogspot.com/

 

Hanna

Assisti "Hanna", de Joe Wright (Desejo e Reparação), com Saoirse Ronan e Cate Blachet. Uma mistura de triller com ficção científica disfarçada de drama íntimo. Daqueles filmes excelentes, vibrantes, emocionantes que saem do nada para chegar a lugar nenhum. Mas a direção é tão, digamos assim, antiga, que chega a empolgar. Joe resolveu brincar de Alfred Hitchcock e conta a história de sua pequena ninja artificial (Saoirse Ronan) e sua batalha pela sobrevivência. É uma espécie de "Capitão América" infantil, uma experiência que o filme não explica porque não deu certo. Mas a menina tem os poderes, é mais forte que Bruce Lee e sai distribuindo porrada pra todo lado.

Cate Blanchet faz a bandida e repete o personagem que viveu no quarto Indiana Jones. Claro, mudou a cor do cabelo, mas as caretas são as mesmas. Cate é fantástica, mas precisa de profundidade. No raso ela é óbvia. Mas "Hanna" é empolgante e divertido. Já esqueci, mas é divertido. Assisti também "Deixa Ela Entrar", a refilmagem americana do filme (excepcional!) sueco. São filmes aparecentemente parecidos, mas diferentes. Matt Reves, o diretor da refilmagem americana é sensível e profundo. Carrega nas tintas, mas conduz a história do amor (quase) infantil entre um menino vulnerável e uma vampira milenar que tem 12 anos eternamente. Reeves não se entrega ao estilo americano de fazer cinema e por isso o filme não fez o sucesso esperado.

Gosto dos dois. Gosto da explicitude do americano e da introspecção do sueco. E todos os atores, de um e de outro, são excepcionais! Um belo filme, que... claro, não precisaria ter sido feito, mas já que foi vale a pena ser visto. Revisando o primeiro, amar é apaixonar-se por um vampiro que não quer o nosso sangue, mas a nossa escravidão. Foda! E pra terminar assisti (duas vezes), "O Primeiro Que Disse", a prova de que o cinema italiano vai bem, obrigado! Uma comédia excepcional. Daqueles filmes carinhosos, suaves, que tratam de um tema corriqueiro, mas incômodo, como a homossexualidade dentro da família, de uma forma sincera e sonhadora.

Como seria bom o mundo se as pessoas vivessem como um filme desses. Onde tudo é complicado, mas tratado de maneira divertida, acaba fazendo da grossura da vida uma coisa boa de ser vivida. Um daqueles filmes que escolhem o humor e a doçura para falar das coisas espinhosas. Divertidíssimo, com atores excepcionais, permite-se refletir a vida como uma possibilidade deliciosa e que ainda abre as portas da poesia para sequências emocionantes. Não vi nenhum dos outros filmes do diretor Ferzan Opztek, mas o cara tem sensibilidade e acredita na vida. Um filme onde tudo funciona, uma fábula cor de rosa (sem trocadilhos!) onde os olhos brilham, os lábios abrem sorrisos leves e compreensivos e dizem, com o coração escancarado, que a vida é bela e só merece ser vivida se for plena. E que não deixa de ter lá seu tom de melancolia, quando o personagem mais interessante da história (a avó) diz com todas as palavras: "Os amores impossíveis são os únicos que nunca acabam. São os que duram por toda a vida".

Cinema é a maior diversão!

EDSON BUENO

http://www.edsonbueno.blogspot.com/

 

Super 8

Toda a mídia de “Super 8”, de J. J. Abrams, apontava para um retorno aos bons tempos de Steven Spielberg, quando. “Contatos Imediatos do Terceiro Grau”, “ET” e “Goonies” eram reis do cinema e o nosso espírito adolescente se deixava embalar pelas novidades que Spielberg desenvolveu na escola de cinema: closes, movimentos de câmera, fotografia, uso da trilha sonora e elementos ícones da nossa infância como bicicletas, grupos de amigos, ausência da figura paterna e, claro, extraterrestres.
 
O diretor J.J.Abrams é um revisionista e tem domínio incrível sobre a linguagem do cinema pipoca. “Super 8” traz, além de tudo, um elemento novo (?) praticamente desconhecido das novas gerações:  o próprio sistema Super 8, morto e enterrado pelo digital. Mas, mais que isso, o romantismo do desejo de dirigir um filme, construir vidas paralelas com o cinema e brincar de ser gente grande. A imagem em movimento, inventada e que dá colorido à vida e enche o coração de fantasia. Toda aventura infanto-juvenil é um rito de passagem e Steven Spielberg soube definir e tirar proveito disso como poucos diretores de cinema. Seu cinema de sucesso usou e abusou do adolescente que insiste em morar em nossos corpos amadurecidos.  J. J. Abrams e seu “Super 8”, filme homenagem, acerta em cheio quando explora esse espírito.
 
Mas erra feio quando constrói uma história cheia de elementos de outros filmes ícones, mas que, absolutamente, não se encaixam para um filme de verdade. É como um álbum onde são coladas figurinhas de diversos outros, sem coerência dramática, sem plausibilidade e, quase, sem inteligência. “Super 8” é divertidíssimo, mas raso e óbvio e só se salva mesmo porque os efeitos especiais são de primeira (principalmente a primeira sequência) e o grupo de atores mirins, mais do que simpáticos e cheios de charme. Para o público americano que adora admirar a si próprio, “Super 8” deve funcionar como uma visita não monitorada ao museu do cinema que determinou duas décadas e que nasceu com o mago Spielberg; mas para o público internacional, com certeza, deve soar incompreensível e desnecessário. Claro, eu que sou tonto e assisti “E.T” sei lá quantas mil vezes e me identifiquei com o menino carente de afetividade que encontra o amigo extraterrestre, me diverti pacas.
 
Mas o adulto que já mora dentro de mim há muitos anos, achou tudo uma (quase) perda de tempo, um desperdício de ideias e homenagem... uma varada na água. É difícil para um cinema que precisa entulhar os multiplex de gente à cada sexta-feira, reinventar-se e criar algo novo de verdade, mesmo que use o passado como referência. Não foi desta vez.
 
E eu saí do cinema com duas imagens inesquecíveis, coladas para sempre na minha retina: uma nave mãe gigantesca surgindo plena e poderosa, por detrás da Montanha do Diabo e um garoto mais um extraterrestre voando, de bicicleta, diante de uma lua gigantesca e mágica. Nada em “Super 8” chega aos pés de qualquer uma das duas.

EDSON BUENO

http://www.edsonbueno.blogspot.com/

 

Planeta dos Macacos – a Origem e Amor a toda prova

“Planeta dos Macacos – a Origem” era a minha maior expectativa para a temporada pipoca de 2011! O trailer era sensacional e os efeitos especiais da Weta de Peter Jackson prometiam alguma coisa muito próxima de uma revolução, trocadilhos à parte. Não, não acho que seja por isso, mas saí do cinema bastante frustrado, embora os efeitos mereçam o Oscar.
 Um roteiro frouxo e medroso e um diretor que capricha nas cenas de ação, mas não sabe dar conta de personagens, encarregam-se de atirar por terra um material riquíssimo e com fortes elementos de (melo) drama. Se por um lado tudo caminha para a construção da personalidade do macaco protagonista (Cesar), fruto de um milagre da ciência e de nenhum tipo de evolução natural ou inatural, o que enfraquece o contexto; quando o assunto é gente, os personagens entram e saem com a fragilidade de figurantes e a dimensão do clichê mais raso, sem que esperemos qualquer coisa deles que não o óbvio ululante, filho legítimo do mais vagabundo dos filminhos da sessão da tarde.
A premissa da relação indigna dos homens com os animais e a beleza do olhar inocente de qualquer um deles, se desmancha logo no começo e o que poderia ser envolvimento emocional vira porrada. Em resumo, o filme de mais de 90 minutos é apenas o trailer alongado. Faltou a “Planeta dos Macacos – a Origem” uma, digamos assim, dimensão símia, um conflito shakespereano no sentido dramatúrgico. Algo que sobrava no primeiro filme da série (1968), com seus macacos maravilhosos e seus atores mais ainda (Roddy McDowall e Kim Hunter), embaixo de uma maquiagem que hoje parece tosca, mas que não escondia paradoxos, conflitos e dúvidas. Além do que, Franklin J. Schaffner dava uma aula de como dirigir um filme. É horrível quando se aguarda um filme com tanta ansiedade e ele simplesmente desaparece de nossa memória um segundo depois que saímos da sala do cinema. Fazer o quê? Mas, e ainda bem que sempre existe um “mas”, um outro trailer não decepcionou.
Antes de “Planeta...” ainda em Curitiba, assisti ao trailer de “Amor a Toda Prova”, mais um título idiota para um filme americano, que não tem um título tão original assim (“Crazy, Stupid, Love”), mas pelo menos é mais divertido. Assisti ao filme aqui em Passo Fundo, ontem à noite. Com um elenco afinadíssimo (Juliane Moore, Steve Carell, Ryan Gosling e Emma Stone), essa comédia meio dramática, meio boulevard torce e retorce as desavenças do amor, esse clichê que não dá a mínima para questões como idade, condição social ou valores individuais. Quando o assunto é amor, nada fica em pé e tudo é possível. Os diretores Glenn Ficarra & John Requa (que dirigiram o estranhíssimo e horroroso "I Love You Philip Morris") parecem conhecer cada nuance das expressões amorosas e têm um carinho todo especial para os sentimentos reprimidos e para as atitudes sinceras. Seus personagens deixam-se levar pelas emoções e assim vão se encontrando e descobrindo que a vida é exatamente como ela se apresenta diante de nós e todo o resto é mistificação. É preciso aceitá-la, deixar-se levar por ela e nunca desistir.
Como disse Clarice Lispector no início de “A Hora da Estrela”: “Tudo no mundo começou com um sim...”. “Crazy, Stupid, Love” é uma surpresa. Um filme de roteiro consistente e grandes coisas a dizer. Apaixonante, emocionante, encantador. Daqueles que não dão vergonha quando uma ou outra lágrima sincera deixa-se rolar. No amor tudo é felicidade, mas não exatamente como imaginamos.
Dá pra entender? Nenhum problema, o filme está em cartaz e merece ser visto. Bom programa!

 

Melancholia

Lars Von Trier, este “enfant terrible” do cinema moderno, é uma fera! Diante de seu novo filme “Melancolia” só há que se lamentar as declarações de puro humor negro que ele deu no Festival de Cannes e que lançaram  sombra sobre seu filme. Uma pena, porque pelo menos no meu modo de ver “Melancolia” é seu melhor trabalho desde “Dogville”.
 
Está tudo lá: a câmera tremida que às vezes incomoda um pouco e o esteticismo descarado e belo dos seus últimos trabalhos, mas mais que tudo, a crueza e o cinismo de quem tem um olhar agudo para civilização moderna (?), seus valores e decadências. “Melancolia” pode suscitar diversas interpretações e isto não é um defeito, mas eu gosto muito de vê-lo como uma sátira impiedosa aos cacoetes e valores burgueses. É impressionante ver aquela família de gente cheia da grana debatendo-se, entre incrédulos e apavorados, diante do inevitável.
 
As lágrimas finais da mãe, interpretada no mais alto nível por Charlotte Gainsbourg, são o retrato patético de quem tem absolutamente tudo a perder e que não se conforma com isso. Não são lágrimas de tristeza, são de inconformismo. A burguesia intocável e invulnerável, pelo menos no cinema e na teoria, pode ser tocada e fragilizada, porque uma ideia é coisa perigosíssima!
 
Lars Von Trier nunca é hipócrita e faz tudo o que é solido desmanchar-se no ar para nunca mais ressuscitar e dá uma declaração lúcida, autoritária e poética (talvez revolucionária!) da estúpida fragilidade das instituições baseadas em puros valores econômicos. Faz uma fábula endiabrada, talvez uma metáfora sem-vergonha, mas nos olhos de outra atriz, a encantadora Kirsten Dunst, ele dá o seu recado: quem nada tem, nada tem a perder. É preciso um cataclisma, um apocalipse, uma ideia de ficção científica do pé quebrado para que os olhos se abram.
 
Como em “Dogville” Lars Von Trier reafirma sua condição de radical, cristão e marxista e por isso mesmo, tão artista quanto incompreendido. Que nunca se espere de um sujeito desses, declarações em cima do muro, nem filmes caretas ou hipocritamente otimistas.
 
É um iconoclasta, um radical das imagens e fez um filmaço!!!

EDSON BUENO

http://www.edsonbueno.blogspot.com/

O palhaço

Selton Mello é um artista tão especial que dá até um aperto no coração falar alguma coisa não muito positiva de um filme seu. E eu, que gostei tanto de “Feliz Natal”, por exemplo. E lá fui, em Petrolina, assistir “O Palhaço” seu segundo longa. É sim, um filme cheio de boas intenções, carregado de ternura e quase um oásis na “idiotice da objetividade” que perspassa o cinema brasileiro. É também um acariciamento de amor ao cinema e aos atores.
 
Pois é, mas é básico, surpreendentemente primário, apesar de uma fotografia deslumbrante e uma trilha sonora que dá o tom exato, seja emocional ou rítmico, a cada passagem. Assistindo “O Palhaço” tem-se a impressão de que o cinema foi inventado a menos de uma semana. Que ainda virão, daqui oitenta anos, Chaplin, Fellini, Spielberg, Glauber Rocha, Bergman, Hitchcock, John Ford e tantos que ensinaram como se faz um filme. “O Palhaço” procura, sem saber direito em que lugar, um espírito de Chaplin, de Buster Keaton, de Fellini... até de Mazaroppi, mas nunca consegue aprofundar-se um centímetro sequer, nem nos personagens, nem na trama, nem no próprio cinema.
 
E olha que alguns planos são lindos e o filme capricha em participações especiais que são um primor, particularmente a de Moacir Franco que dá um show! Buscando um cinema puramente emocional e muito popular, Selton Mello apenas ouve o galo cantar... e, perdoem a amargura, mas como ator ele tem repetido demais os tiques e cacoetes que fizeram dele um ídolo da televisão.
 
Funciona, sim, funciona, mas para quem tem preguiça de rir ou se emocionar com algo novo, original, e prefere o que já está codificado pela novela das sete ou pelos especiais engraçadinhos depois da novela das nove. “O Palhaço” faz de conta que quer falar de alguma coisa, mas se perde num roteiro frágil e num excesso de planos inúteis.
 
Cinema é imagem, sim, mas elas têm que ser tão ou mais fortes que as palavras que, por elas, são trocadas.
 

EDSON BUENO

http://www.edsonbueno.blogspot.com/

Dúvidas Jurídicas - Parte 11

Foi criada especialmente para VOCÊ, mais esta super seção dentro do site Casa da Maite - a seção DÚVIDAS JURÍDICAS.
Se você tem qualquer dúvida sobre direitos, leis e seus direitos, basta nos enviar um email, que terá um encaminhamento para a mesma, combinado? Não esqueça de enviar o maior números de detalhes possíveis para que nossos advogados possam estar atendendo bem sua demanda.
Esta seção é totalmente GRÁTIS e para participar basta enviar um email para casadamaite@gmail.com

 

DÚVIDA:

Boa noite

Estou perdida ,e não sei muito em quem acreditar.
Sou tutora da minha tia de 73 anos.,
A antiga tutora vendeu os imóveis dela por preco muito inferior ao que vale .
E por essa razão entrei na justiça e requeri o direito de tutela.
Antiga tutora pagou dividas particulares com o dinheiro, não deixando nada para minha tia
O apartamento de cem mil reais foi vendido por oito mil reais para um parente dela do outro lado, menos de 10% do valor
Estou com advogado há 3 ou 4 anos , mas não consegui reaver este imóvel e não entendo o porque da demora de tudo.
Quero pedir ao ministério publico que entre no processo, pois quando vendi um imóvel dela fui obrigada a prestar contas ao ministério
Como a antiga tutora conseguiu vender sem prestar contas e ainda usar o dinheiro para pagar as suas contas.
Como não precisou de nada, e como eu não consegui o imóvel e a indenização do advogado que comprou e usa o imóvel há 10 anos?
Sera que os 2 advogados se conversam e estão me enrolando?
Como faco para me defender?
A minha tia esta num asilo , pois tem uma doença difícil de ser tratada, pago o asilo com o imóvel que vendi e ajudo-a tambem, mas ela precisa de mais .
Não consigo saber o caminho certo .
Moro em Curitiba e tudo aconteca em porto alegre e capao da canoa
Estou lutando com o advogado que contratei, e não sei mais em quem acreditar,
A antiga tutora morreu no meio do processo e não consegui pegar nenhum imovel dela como garantia, o advogado me disse que a gente iria conseguir mas nem fez o que eu pedi, que era segurar tudo ate se resolver
Os sobrinhos venderam no dia seguinte com medo, de eu conseguir algo
O meu advogado so diz que a justiça e lenta, mas e uma causa ganha para minha tia...mas se continuar assim so os advogados ganham e a minha esta morrendo aos poucos.
Por onde eu começo?
O ministério publico, sera que me ajuda? Já que é ele que me faz prestar contas o tempo todo?
Leva tanto tempo assim? Preciso fazer isso em porto algre?
Por favor me deem uma luz???

 

ADVOGADO RESPONDE:

Olá

Sua situação é complexa, e seria necessário que procurasse um advogado DE CONFIANÇA. Se suspeita dos profissionais que contratou, procure um escritório idôneo na cidade onde tramitam os processos, e leve cópia da documentação, que lhe ajudarão.

Por outro lado, sim, os processos judiciais normalmente são demorados. Nem sempre o tempo que se espera é possível.

Sugiro, ainda, que procure o Ministério Público e leve cópia da situação, fazendo registro formal de sua queixa.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Boa tarde..

Minha irmã trabalhou em um buffet e qdo ela entrou a dona do buffet falou q ela poderia oferecer o cerimonial dela para as noivas, formandas, debutantes..

Passado alguns meses a minha irmã pediu a conta do serviço e por não estar lá a carteira de trabalho dela, ela combinou de pegar outro dia.

depois de uma semana minha irmã trincou o pé e ficou mais de um mês em casa e uma das noivas dela falou q a dona do buffet falou q ela estava

proíbida de entrar lá para executar os serviços pq não teria clima para o casamento e causaria uma desarmonia, que era para ela contratar outra cerimonial.

Gostaria de saber se ela pode proibiar a entrada da minha irmã no buffet e que lei fala sobre isso?

Hoje ela foi buscar a carteira dela e a dona falou q nao estava lá, q estava na casa dela, o marido dela se meteu e falou q miha irmã não poderia entrar lá

pq qdo saiu levou de lá uma carteira com mais de 800 clientes, acusando de algo q nao acoteceu. Minha irmã simplismente apagou os e-mail's que ela recebia, pq

haviam e-mail's particulares tbm lá e q ela nao queria q a dona do buffet ficasse fuçando.

por favor, se vc puder esclarecer minha dúvida, agradeço?

 

ADVOGADO RESPONDE:

A retenção da CTPS é proibida por lei. Sugiro que faça denúncia no Ministério Público do Trabalho.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Boa tarde!
Tenho uma filha de 13 anos, quero colocar o nome do pai no seu registro e pedir pensão, pois estou desempregada.
Ele está em outro país e seu endereço é desconhecido, mas os pais dele eu sei onde moram. Um advogado me disse que eu poderia reconhecer minha filha por meio deles e até pedir pensão a eles (avos). Tentei conversar com eles pedindo ajuda, não financeira, mas para reconhecer a criança, disse que faria o exame de DNA, mas eles se recusaram, falaram que não era problema deles.
Imagina se eu pedisse ajuda financeira!!!
Sei que se eu esperar encontrar o paradeiro do pai será muito demorado fazer o reconhecimento, já procurei informação no consulado e vai ser muito complicado, isso é o que me informaram.
Disseram que pedir pensão dos avos é complicado também, pois eu tenho que provar que não tenho condições de sustentar minha filha. Nunca precisei de ajuda de ninguém para sustentar minha filha, mas faz mais de um ano que não tenho emprego e faço bicos. Não passamos fome, mas temos muitas privações, além do mais os avos paternos são bem de vida e nunca se preocuparam com a menina, meus pais ajudam como podem, mas só ganham um salário mínimo e tem problemas de saúde.
Gostaria de saber qual o melhor caminho: procurar o pai com endereço desconhecido, em outro país, ou entrar na justiça contra os avos paternos, para pedir reconhecimento de paternidade e pensão, se isso for possível?
Não tenho dinheiro para pagar um advogado e a defensoria pública demonstrou falta de interesse e lentidão.
Por favor sei que meu caso é meio complicado, não sei se fui clara o suficiente, mas preciso que me esclareçam essas dúvidas. Primeiro me disseram que seria fácil achar o pai por meio do consulado, procurei o consulado e eles já me disseram o contrario, depois falaram que eu tinha direito de pedir pensão aos avos, para depois falarem que não é bem assim, que eu tenho que provar que estou passando necessidade e não consigo sustentar minha filha.
O que eu tenho que fazer? Sei que não existe caminho fácil, mas qual é o menos demorado e o mais certo ou tem mais probabilidade de dar certo?
Agradeço desde já a atenção e espero que vocês tenham uma resposta para minhas dúvidas.

 

ADVOGADO RESPONDE:

Olá
Sim, se o pai biológico não tem condições de pagar a pensão ao filho, os avós paternos podem ser chamados a responder pela pensão.

Sugiro que você busque um advogado ou a defensoria pública para ajuizar sua ação. Algumas cidades também oferecem o serviço a pessoas carentes nas faculdades de direito.

Mas não existe um ou outro meio mais fácil. O que existe é a necessidade de se ajuizar a ação de investigação de paternidade cumulada com alimentos, contra o pai biológico, e incluindo os avós na ação. Parece complicado, mas é bem simples.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Bom dia doutor !!!
Venho através desta recorrendo a vossa pessoa a fim de que possa-me sanar uma dúvida.
Tenho 42 anos e atualmente me encontro desempregado perante a lei , trabalho como profissional autonomo dependendo dos trabalhos emito NF avulsa pela prefeitura. Há mais de 20 anos não contribui mais com o INSS, meu tempo de contribuição deu-se em 13 anos quando jovem. Ha mais de 5 anos eu sou o cuidador de minha avó materna que é cadeirante, diabética e outros males ha impossibilitando-a de ter uma vida norma. Ela mora comigo eu presto toda a assistencia financeira e física. E por este motivo de a dependencia dela referente a mim ser total e complexa fica inviavel de eu me empregar em uma empresa a qual sou designer grafico, pois com o ordenado que receberia não seria o suficiente para contratar uma pessoa 24h para cuidar de minha avó. E outromotivo tb seria um complicador de eu trabalhar em uma empresa e que sou soro positivo (HIV) e infelizmente ha ainda muito preconceito empresarial em relação ha isto. E é por isso que faço uma pergunta a minha avó e pensionista do INSS teria dentro dos tranmites legais da lei de ela repassar a sua pensão para a minha pessoa seria uma forma de eu ter uma garantia minima pois a cada dia que passa ela esta cada vez mais dependente de minha pessoa e ja me consome um valioso tempo para eu poder fazer meus trabalhos para me manter socialmente ha condições de fazer isso dentro da lei sim com total aval de minha avó.
Aguardo alguma resposta ou avaliação deste assunto.

 

ADVOGADO RESPONDE:

Infelizmente não há benefício previsto para o soropositivo, tampouco maneira de passar o benefício de sua avó para você. Em alguns casos (que, pelo que você relata, não é o seu), há entendimento de que poderia receber BPC (benefício de prestação continuada), mas depende de ação judicial, e é no valor de 1 s.m.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

BREVE RESSUMO DE UMA AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO

1- Em 10/12/2000 foi firmado um contrato particular de compromisso de compra e venda de um lote, cujo pagamento seria através de 72 parcelas mensais, com vencimento da primeira em 25/02/2001 e a última em 25/01/2007, e meses depois da assinatura do contrato foi averbada a existência de uma ação revocatória na qual a transferência e registro do imóvel estava sendo questionada, cuja averbação foi cancelada no ano de 2005;

2- Em 01/10/2001 o comprador ajuizou uma Ação de Consignação em pagamento cujo pedido foi o seguinte:

“a) autorizar o recebimento do depósito da quantia de R$ 349,95 (Trezentos e quarenta e nove reais noventa e cinco centavos), referente à parcela de aquisição do imóvel, assim como de todas as que se forem vencendo no correr do processo na forma contratualmente prevista, a serem corrigidas na forma e pelos índices previstos no contrato, até que se dê a efetiva solução do litígio ensejador da presente ação, em conta cuja abertura será ordenada por V. Exa.; (grifamos)”

3- O pedido de consignação foi deferido e o autor efetuou o primeiro depósito no valor de R$ 349,95 (Trezentos e quarenta e nove reais e noventa e cinco centavos) no dia 25/06/2002, e depois do depósito inicial efetuou os subseqüentes no mesmo valor do primeiro, sem respeitar a correção na forma e índice previsto no contrato, cuja correção é pelo IGPM de forma anual, ou seja, o autor fez os depósitos dos meses subseqüentes com valores inferiores aos devido (sem o reajuste).

4- A requerida foi citada e deixou transcorrer in albis o prazo para a contestação, e foi proferida sentença, cujo resumo é:

“(...) Diante da revelia do demandado, presumem-se aceitos como verdadeiros os fatos alegados na inicial (CPC art. 285 e 319) e esses fatos levam às conseqüências jurídicas apontadas pelo autor.

Pelo exposto, julgo procedente a ação de consignação em pagamento e declaro extinta a obrigação, condenando o réu ao pagamento de custas, despesas processuais e honorários advocatícios, na forma do § 4º art. 20 do Código de Processo Civil fixo em 10% (dez por cento) sobre o valor da causa.

Transitada em julgado, calcule-se a sucumbência e expeça-se oficio de levantamento pelo autor, descontando-se o montante do depósito existente nos autos.”

5- A sentença transitou em julgado no dia15/06/2007 sem a interposição de recursos;

DAS QUESTÕES RELEVANTES A SEREM VISTAS

- Os depósitos feitos pelo autor foram quase todos em valores menores do que a respectiva parcela, uma vez que, não observaram o reajuste anual da parcela, contrariando assim, o próprio pedido do autor na exordial, que pleiteou autorização para consignar mensalmente os valores das parcelas de acordo com o contrato;

- A decisão proferida em 12/07/2005, com o seguinte teor “Pelo exposto, julgo procedente a ação de consignação em pagamento e declaro extinta a obrigação...” não se atentou que de acordo com o contrato a última parcela venceria somente em 25/01/2007, ou seja, 01 ano e meio após a decisão;

- Devemos ressaltar que nos autos, parecem ter sido anexados nos autos os comprovantes de todos os depósitos, contudo em valor inferior a respectiva parcela;

- Não houve manifestação do autor ou do requerido no tocante ao levantamento dos valores e o Juiz determinou que os autos sejam arquivados, após as cautelas de estilo.

FEITAS TAIS OBSERVAÇÕES QUAL SERIA A MELHOR SOLUÇÃO?

- Qual o melhor remédio no caso em tela?

- Seria a liquidação de sentença para apurar as diferenças das parcelas e cobrá-las nos próprios autos?

- Caberia algum tipo de pedido de reconhecimento de oficio da nulidade da sentença?

 

ADVOGADO RESPONDE:

Olá

não creio que caberia cobrança das diferenças das parcelas, uma vez que o feito transitou em julgado. Talvez, a depender da análise documental do caso concreto, ação rescisória.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Bom dia,

Tenho a seguinte duvida:

- Queremos comprar um casa pela Caixa Economica Federal, porem temos um termo de união estavel. O nome do meu esposo esta sem restrições porem o meu tem algumas, isso seria fato impeditivo?

 

ADVOGADO RESPONDE:

Basta que você veja com a CEF. Provavelmente sim, porque ela exige idoneidade cadastral.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Bom dia, a Aeronáutica autoriza descontos de até 70% nos vencimentos de seus servidores (civis, militares e pensionista) nas transações de credito consignado. Gostaria de saber se isso é legal pois há um limite de 30% estabelecido em lei para esse tipo de transação.

Obrigado

 

ADVOGADO RESPONDE:

Teoricamente o limitador tem sido entendido como 30%, ou 1/3, da remuneração. Mas é entendimento jurisprudencial, não havendo nada expresso nesse sentido.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Boa tarde
Em 2004 iniciei um curso básico na escola da Microlins, mas em abril do mesmo ano comuniquei a mesma que estaria saindo do referido curso por ter de fazer uma cirurgia cárdiaca tendo inclusive risco de morte se protelasse a intervenção cirúrgica.
Em 2008 descobri ter meu nome no SPC por estar devendo uma parcela,existente no contrato com a escola;mas no momento que fui avisar que não continuaria o curso não foi cobrado nada em questão de valores monetários.
Hoje no SPC continuo como devedora da escola e com o ano de 2008.
Como não desejo pagar para a escola o valor hoje estipulado de 120 reais, já que na época era inferior a 50 reais, já que não tentaram entrar em contato comigo.
Que posso fazer?
A Microlins pode colocar como data o ano de 2008, já que assinei o contrato no primeiro trimestre de 2004?

 

 

ADVOGADO RESPONDE:

Não pode! Você deve buscar revisão deste registro, e eventual reparação de danos.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Boa tarde Dr.por favor me orinte poque eu estou perdia.Meus pais faleceram e deiiram um apartamento(ceab)somos em seis.so que eu e minha irmã adotiva(foi registrada ilegalmente em nome dos dois sem consetimento da mãe bilogica e sem autorização do juiz)moramos nesse apartamento ela separou do companheiro e voltou com uma das filhas.e se recusa ajudar a pagar a divida do condominio (4 anos) eu quero pagar e ela não,ja dei entrada no inventário(gratuito), o isdico ameaça colocar o apartamento na justiça e eu não quero isso, so que eu assumir essa divida sozinha não é justo, tenho muita vergonha dos meus vizinhos e ela não, exista uma lei que eu possa pedir par ela sair do aparamento e assumir a divida sozinha ate sair o inventario? Tenho 53 anos e ela 33 anos sou himpetensa ,por favor me ajude Dr.

 

ADVOGADO RESPONDE:

Olá
O patrimônio do falecido deve ser dividido entre os herdeiros. Se um deles fizer pagamentos em favor do espólio, poderá se ressarcir dos demais. Mas tudo através do inventário.

Busque ajuizar o quanto antes o inventário, onde poderá esclarecer tudo.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Boa tarde Maite, meus parabéns pelo espaco aqui criado com o intuito de nos ajudar. Condomínio onde eu moro: 11 blocos com 48 unidades em cada bloco= 4 entradas (A, B, D e E) com 12 unidades cada entrada. 1 só Portaria para todo o condomínio. Gostaria de saber de voces se tenho a obrigacao de pagar a taxa da portaria principal do condomínio onde moro, uma vez que a atencao desta portaria é voltada para os veículos que entram e saem do condomínio e nenhum cuidado aos transeuntes, precisei de um favor há pouco tempo no sentido de eles monitorarem o entra e sai de pessoas em minha portaria e eles me disseram que nao poderiam fazer isso. Ora, eu nao tenho nem sequer carro, e eles nao podem ver quem entra e quem sai na minha portaria?? A minha dúvida é: Será que esta cuota de seguranca, que só monitoram veículos nao deveria ser cobrada só para os condóminos que possuem automóvel?? O condomínio é barato para estes, mas sai bem caro para nós que nao usufruimos de nada deste item. Agora na cota de janeiro de 2011 recebi a boleta de condomínio assim discriminada: condomínio: 55, Fundo de Reser.: 5, Manut. CCCS: 5, Cedae: 36, Luz/Forca: 11, Portaria: 38, Limpeza: 30, (limpeza nao deve já estar contida no condomínio?) rescis. Contr.: 2, desde já agradeco, Ana

 

ADVOGADO RESPONDE:

Infelizmente não, no seu caso a portaria principal, pelo que entendi, faz parte do CONDOMÍNIO, logo sua despesa deve ser rateada por todos os moradores. Mas sugiro que dê uma conferida na convenção de condomínio, que deve trazer a previsão da forma de disposição da portaria.

Já quanto à taxa de limpeza, seu questionamento pode (e deve) ser direcionado à administradora do condomínio ou ao síndico, que devem prestar contas das despesas. NORMALMENTE essa taxa de limpeza é cobrada em apartado porque é oriunda de empresa terceirizada, em um valor único.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Bom dia Eu e minha familia chegamos ao Brasil em 2004. Em 2006 a minha filha foi trabalhar no escritório de uma fábrica textil pertença da esposa de "
notável advogado" da praça de São Paulo. Esta abriu uma segunda empresa e pediu á minha filha para entrar com sócia com 1%. Em fevereiro de 2007 a minha fliha saiu da sociedade e da empresa, com tudo registrado na junta comercial. Nunca teve nada a ver com a administração da mesma . Em 2008 a firma foi fechada pelos donos e aí avolumara-se os processos trabalhistas, estando a minha filha metida em alguns.Não temos dinheiro para pagar a advogado para a representar nos muitos processos.Minha filha não trabalha e vive em minha casa com sua filha menor.Pergunto , minha casa ou bens podem ser penhorados em algum destes processos, já que ela não tem nada em nome dela? Desde já obrigado pela ajuda.

 

ADVOGADO RESPONDE:

Olá

Teoricamente não, pois só pode ser penhorado o patrimônio registrado em nome do devedor, ou que se comprove pertencer a ele.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

boa tarde, tenho uma duvida. meu pai faleceu ha 6 anos, ele tinha um imovel no nome dele, e minha mãe vendeu e tudo foi dividido entre minha mãe, eu e meu irmão. meu pai tinha 2 filhas registardas por ele,e uma outro relacionamente q ele teve antes de conhecer minha mãe. minha mãe foi casada com ele no civil.Agora a4 anos depois da venda do imovel, as filhas do meu pai exigem a parte delas.Elas realmente tem direito?

 

ADVOGADO RESPONDE:

Olá

Sim, os filhos são todos igualmente herdeiros, independentemente se tenham sido havidos dentro ou fora do casamento.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Sou amasiada a 11 anos com um homen só que eu descobri q ele me traiu, temos uma filha, e por isso eu deixei de trabalhar só para cuidar dela e dele,mas
agora depois de tanto tempo ele me traiu e eu nao quero mais ve-lo nem pintado de ouro... Gostaria de saber como eu faço para pedir uma indenização por
danos morais causados a minha pessoa pois fiquei com uma mão na frente e outra atraz, pois parei trabalhar para cuidar de tudo em casa e eu por tantos anos de dedicação nao mereço sair sem nada dessa relação e ainda pedir a penção alimenticia a qual minha filha tem direito?
Como eu devo fazer para pedir a penção por danos morais e se eu tenho direito a ela?
Agradeço desde já pela atenção.....

 

ADVOGADO RESPONDE:

Em tese, não há dano moral oriundo de ruptura de relação amorosa. De qualquer forma, você deverá procurar um advogado para encaminhar sua ação de alimentos. Ele terá condições de avaliar se cabe ou não o ajuizamento também de pedido de danos morais.

Boa sorte!

 

 

 

Como obter uma voz feminina - Parte 3 - Alcance dinâmico

Olá,

Seguindo as orientações da transexual americana Melanie Phillips para a obtenção de uma voz feminina, o tópico seguinte fala sobre ALCANCE DINÂMICO.
O Alcance Dinâmico é a diferença entre o tom mais alto dos altos e o mais baixo dos baixos que uma pessoa usa ao falar. Os homens usam um AD muito limitado, o que lhes conferem tonalidades mais baixas. As mulheres, por sua vez, utilizam alcances dinâmicos muito amplos, permitindo com isso navegar entre o grave e o agudo, produzindo um efeito “cantante” ao falar.

Muito mais do que uma questão de artifício físico, o Alcance Dinâmico é uma questão de conduta, embora se possa treinar físicamente alcances dinâmicos mais amplos como o fizemos com Tom e Ressonância nos capítulos anteriores.

Básicamente, Alcance Dinâmico é saber dar ênfase à certos “picos” na conversa, tornando-a com características femininas.  As mulheres irão baixar o tom procurando manter sempre a mesma amplitude ou nível de graves, enquanto que os homens por sua vez, irão falar mais grosso e mais alto, procurando demonstrar até uma certa virilidade, principal característica masculina.  

Os próximos tópicos, ENUNCIAÇÃO, VOCABULÁRIO, GRAMÁTICA, e PORTUGUÊS CORPORAL, se relacionam entre si, porisso vou transcrever para vocês em apenas um capítulo. Não percam, pois será a conclusão!

Beijos à todos,
Cris

 

Com carinho,
Cris.

Se você quiser me mandar um email com dúvidas, perguntas ou comentários, escreva para cris_camps@yahoo.com.br

 

Sexo para combater hipertensão arterial. Saiba mais AQUI

"Façam sexo", recomendou o ministro José Gomes Temporão (Saúde) para que os brasileiros não engrossem os números de vítimas de hipertensão. A sugestão, em tom de brincadeira, veio junto a outras para que as pessoas se exercitem.
Pesquisa divulgada ontem pelo ministério mostrou que a proporção de brasileiros com pressão alta subiu de 21,5% em 2006 para 24,4% em 2009. Ao mesmo tempo, subiu o número de sedentários --que não praticam exercícios. Foram feitas 54 mil entrevistas por telefone.
Inicialmente, o ministro brincou dizendo que, além de cinco porções diárias de frutas e hortaliças, as pessoas deveriam fazer sexo cinco vezes por dia. Por dia? "Não seria razoável, cinco vezes por semana seria melhor."
Pesquisa Datafolha publicada no início deste ano mostrou que, de janeiro a setembro de 2009, 23% dos consultados não haviam tido relações sexuais. A maioria tinha entre 35 e 60 anos.
Para Fernando Nobre, presidente da Sociedade Brasileira de Hipertensão, o conselho faz sentido. "Toda atividade prazerosa tem valor no combate à hipertensão”.Ele ressalta, porém, que não se pode esquecer os outros fatores importantes na prevenção, como cuidar do peso e ingerir menos sódio.
O cardiologista e nefrologista do Hospital do Coração, Celso Amodeo, explica que o importante é equilibrar todos os aspectos da vida. “É preciso dar a mesma atenção para o trabalho, a família e os amigos, não só para controlar a hipertensão, mas para vários fatores. A vida moderna facilita o aparecimento de doenças”, afirma.

HIPERTENSÃO ARTERIAL

O coração é uma bomba eficiente que bate de 60 a 80 vezes por minuto durante toda a nossa vida e impulsiona de 5 a 6 litros de sangue por minuto para todo o corpo.
Pressão arterial é a força com a qual o coração bombeia o sangue através dos vasos. É determinada pelo volume de sangue que sai do coração e a resistência que ele encontra para circular no corpo.
Ela pode ser modificada pela variação do volume de sangue ou viscosidade (espessura) do sangue, da freqüência cardíaca (batimentos cardíacos por minuto) e da elasticidade dos vasos. Os estímulos hormonais e nervosos que regulam a resistência sangüínea sofrem a influência pessoal e ambiental.

 

O QUE É?

Hipertensão arterial é a pressão arterial acima de 140x90 mmHg (milímetros de mercúrio) em adultos com mais de 18 anos, medida em repouso de quinze minutos e confirmada em três vezes consecutivas e em várias visitas médicas.
Elevações ocasionais da pressão podem ocorrer com exercícios físicos, nervosismo, preocupações, drogas, alimentos, fumo, álcool e café.

Alguns cuidados devem ser tomados, quando se verifica a pressão arterial: 
 

repouso de 15 minutos em ambiente calmo e agradável

a bexiga deve estar vazia (urinar antes)

após exercícios, álcool, café ou fumo aguardar 30 minutos para medir

o manguito do aparelho de pressão deve estar firme e bem ajustado ao braço e ter a largura de 40% da circunferência do braço,sendo que este deve ser mantido na altura do coração

não falar durante o procedimento

esperar 1 a 2 minutos entre as medidas

manguito especial para crianças e obesos devem ser usados

a posição sentada ou deitada é a recomendada na rotina das medidas

vale a medida de menor valor obtido

 

NÍVEIS DE PRESSÃO ARTERIAL

A pressão arterial é considerada normal quando a pressão sistólica (máxima) não ultrapassar a 130 e a diastólica (mínima) for inferior a 85 mmHg.
De acordo com a situação clínica, recomenda-se que as medidas sejam repetidas pelo menos em duas ou mais visitas clínicas.
No quadro abaixo, vemos as variações da pressão arterial normal e hipertensão em adultos.
 

SISTÓLICA

DIASTÓLICA

Nível

130

85

Normal

130-139

85- 89

Normal limítrofe

140 -159

90 - 99

Hipertensão leve

160-179

100-109

Hipertensão moderada

> 179

> 109

Hipertensão grave

> 140

>90

Hipertensão sistólica ou máxima

 

No Brasil 10 a 15% da população é hipertensa. A maioria das pessoas desconhece que são portadoras de hipertensão.
A hipertensão arterial pode ser sistólica e diastólica (máxima e mínima) ou só sistólica (máxima). A maioria desses indivíduos, 95%, tem hipertensão arterial chamada de essencial ou primária (sem causa) e 5% têm hipertensão arterial secundária a uma causa bem definida.
O achado de hipertensão arterial é elevado nos obesos 20 a 40%, diabéticos 30 a 60%, negros 20 a 30% e idosos 30 a 50%. Nos idosos, quase sempre a hipertensão é só sistólica ou máxima.

Dúvidas Jurídicas - Parte 10

Foi criada especialmente para VOCÊ, mais esta super seção dentro do site Casa da Maite - a seção DÚVIDAS JURÍDICAS.
Se você tem qualquer dúvida sobre direitos, leis e seus direitos, basta nos enviar um email, que terá um encaminhamento para a mesma, combinado? Não esqueça de enviar o maior números de detalhes possíveis para que nossos advogados possam estar atendendo bem sua demanda.
Esta seção é totalmente GRÁTIS e para participar basta enviar um email para casadamaite@gmail.com

 

DÚVIDA:

Olá. Estou com a seguinte dúvida: Adquiriu-se ainda em 2007 um imóvel por intermédio de uma imobiliária, sendo o contrato de promessa de compra e venda assinado apenas entre adquirente e o antigo proprietário/vendedor, sem ter figurado a Administradora de imóveis no documento, tudo por registro público. No contrato, o proprietário anterior ficou obrigado de entregar a posse do bem assim que procedido no registro sobre o mesmo, com o pagamento do valor final. Ocorre, porém, que quando registrado o bem no nome do adquirente que pagou o valor final, constatou-se que o antigo proprietário e a imobiliária mantinham contrato de locação residencial para um terceiro, que está sobre o imóvel e que se recusa a sair/desocupar o bem. O mencionado contrato de locação é por prazo indeterminado, pois era de 12 meses, tendo sido firmado ainda em 2005, tendo, pois, continuado automaticamente. Acerca de 01 mês, após muita insistencia pelo adquirente, a Imobiliária fez uma notificação para o locatário sair em 30 dias (já expirados), mas o fez em nome do adquirente, e por simples carta AR, sendo que em resposta, o terceiro que está sobre o bem na condição de locatário alega que não havia conhecimento sobre a compra e venda (que era dever do antigo proprietário e sua imobiliária realizar), dando a entender que não foi dado a ele (locatário) direito de preferência.

Os aluguéis a partir da compra e venda são pagos na imobiliária que deposita os mesmos em conta própria do adquirente desde o momento em que firmado o negócio entre as partes (antigo proprietário e adquirente), sendo que inexiste contrato de locação envolvendo o proprietário atual adquirente do bem e o locatário do imóvel que pactuou locação com o antigo proprietário, bem como inexiste averbação de tal contrato locatício ou de cláusula de direito de preferencia no Registro de Imóveis. Assim, a questão é: o que deve ser feito administrativa e judicialmente para que com a máxima brevidade o atual proprietário possa lograr que o imóvel seja desocupado e para que possa tomar posse do bem? Notifica-se por cartório a Imobiliária e o antigo proprietário, bem como o possuidor para a desocupação em 90 dias sob pena de medidas judiciais cabíveis? Qual(is) seria(m) a(s) medida(s) judiciais cabível(eis)?
Desde já grato pela atenção dispensada, e pela disponibilidade no site de link para esclarecimento de dúvidas jurídicas, aguarda-se o esclarecimento sobre o que seria cabível para resolver o impasse.

 

ADVOGADO RESPONDE:

Você já notificou o inquilino para desocupação, de modo que é desnecessário nova notificação. Eu ajuizaria imediatamente uma ação de despejo com pedido liminar, considerando o término do contrato e a notificação de falta de interesse em manter a locação.

Para isso, procure um advogado que atue na área de direito imobiliário.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Posso dar entrada no pedido de seguro de um carro financiado de meu irmão que morreu sem precisar abrir inventário? sou herdeira junto com minha irmã
desse carro e de um prédio

 

ADVOGADO RESPONDE:

Bom dia!

A seguradora não irá aceitar que encaminhe o seguro sem demonstrar que vocêé a inventariante. De qualquer sorte, para transferir a titularidade, necessariamente você precisará do inventário.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Assinei um contrato de promessa de compra e venda de um imóvel,paguei várias parcelas,mas,depois não consegui mais pagar. Então,entrei com uma ação de rescisão do contrato,pleiteando a devolução das parcelas que paguei,corrigidas. O juiz decretou que a construtora me devolvesse 80% das parcelas que
paguei,atualizadas,RESCINDINDO O CONTRATO. No contrato foi estabelecido que em caso de rescisão judicial,a construtota devolveria as parcelas corrigidas pelo índice de correção monetária,ICC(INDICE DA CONSTRUÇÃO CIVIL) Pergunto:Como houve rescisão judicial,isto é,o contrato foi rescindido na justiça,posso efetuar os cálculos das parcelas pelo índice pactuado no contrato,o ICC,ou não,o cálculo deve ser feito pelo índice da legislação pertinente,pois o contrato foi rescindido,não valendo mais o índice estipulado pelas partes no contrato??? Fico desde já agradecido por quem tirar essa minha dúvida.

 

ADVOGADO RESPONDE:

Bom dia!

Seu advogado, quando ajuizar o cumprimento de sentença, fará a correção dos valores nos moldes fixados pela sentença. Normalmente, a devolução é corrigida pelo IGPM.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Bom Dia , minha duvida e a seguinte, comprei um lote com barracão a 12 anos , este lote era area de invasão não tenho nenhuma documentação ,somente comprovantes de agua luz e tel, hoje ja construi uma casa no local e tenho certidão de numero, obs nunca paguei iptu. posso entrar com uma ação de usucampião mesmo assim , desde ja agradeço

 

ADVOGADO RESPONDE:

Bom dia!

A usucapião depende de alguns requisitos essenciais, além do decurso do tempo, que é o tipo de posse e o ânimo de dono. Pelo visto, você tem o ânimo de dono, mas ciência de que a área é invadida. Sem conhecer mais elementos não tenho como lhe indicar a ação de usucapião. Procure um advogado (ou a defensoria pública) com a documentação que você dispõe em mãos, que ele poderá lhe orientar.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Ola boa noite

Tenho uma duvida sobre uma asistente social ela esta vetando colocarmos meu pai em uma clinica para receber melhores cuidados , pois segundo ela é o que ele presisa , mais ela nao quer deixar pois dise que poderiamos cuidar dele , mais ai eu pergunto como cuidar se estou desempregado eu e minhas irmas , tenho que pagar pensao a meus filhos pois sou separado, nao no papel mais sou e ainda pago aluguel, minha irma mais velha esta doente tambem , e minha irma mais nova tem uma filha a cuidar , mais ela naoq uer saber disto , ai minha pergunta ela pode fazer isto , pois sera melhor pra ele .......

 

ADVOGADO RESPONDE:

Bom dia!

Se for caso de interdição de seu pai, você poderá encaminhar sua situação pelo que for mais benéfico ao interditado. Do contrário, não há meios de obrigá-lo a internar-se em uma clínica.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Boa tarde:
A minha dúvida é a seguinte:
adquiri um imovel financiado. Ele era de um Sr José, que faleceu, era solteiro e tinha dois filhos maiores e capazes. Ele deixou um imóvel financiado que seus filhos me venderam cobrando um agio pelo valor já pago. assumi as parcelas resntantes. É possível que se faça uma escritura pública de cessão de direitos hereditários do imóvel financiado para me resguardar? Como devo proceder?
Obrigada.

 

ADVOGADO RESPONDE:

Bom dia!

Sim, é possível. Você pode ir ao Tabelionato e fazer esta escritura de cessão de direitos, ou procurar um advogado para lhe assessorar neste sentido.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Olá, há cerca de 2 meses uma ambulância da prefeitura colidiu como meu carro, o motorista fujiu e se negou a me dar seu nome, procurei ele na garagem de ambulâncias aqui da cidade porem o encarregado do local se negou a me ajudar. acionei o meu seguro e fiquei sem carro por 40 dias. Como tive de pagar a franquia do meu seguro, pretendo entrar no juizado de pequenas causas para reaver esse dinheiro, que sei ser meu direito, porem não sei se sobre esse caso cabe indenização por danos morais, uma vez que fiquei sem meu meio de transporte por 40 dias, e isso me causou vários transtornos.

A questão é essa:
Cabe Ação por danos morais em acidentes de transito?
Se sim, posso usar o juizado de pequenas causas para isso?

Agradeço desde já, por esses esclarecimentos.

 

ADVOGADO RESPONDE:

Bom dia

Cabe danos morais em acidente de trânsito, mas você terá que ajuizar seu processo na Justiça Comum (o município não pode ser parte no Juizado).

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Ola doutores preciso de uma luz pois meu caso é o seguinte,minha ex namorada fez uma queixa no policia dizendo que tenho fotos e videos de menores no meu pc eles foram na minha casa e levaram meu hd, porem posso afirmar com toda certeza que não são menores, mais como posso provar isso se são modelos de filmes e nem sequer as conheço, e como a policia pode afirmar que são? isso não é uma coisa ilegal? afirmar um fato sem poder provar? posso ser detido mesmo sem uma prova concreta?

 

ADVOGADO RESPONDE:

Bom dia!

Você não precisará provar que não são menores, e sim a polícia que são. Ter fotos e vídeos eróticos não é crime, desde que sejam de pessoas maiores de idade.

E, sim, comunicação falsa de crime é crime.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Bom dia,

Na escritura do meu apartamento eu estou como compradora e a minha mãe coloquei como usufrutuária, agora quero vender o apartamento e ela tem que autorizar a venda, assinar algum documento?

 

ADVOGADO RESPONDE:

Bom dia !

Sim, ela, na condição de usufrutuária, tem que concordar com a venda.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Estou precisando da sua ajuda , eu recebia a pensão de minha mãe pelo cartão, este mes fui retirar no banco e a senha estava cancelada, conversei com o gerente ,mas precisaria leva-la ao banco ou fazer uma curatela para que eu possa receber.
O problema é o seguinte, ela tem 89 anos e está com alzheimer em faze terminal , encontra-se numa cama hospitalar onde já não conhece mais ninguem, não anda e nem senta mais.por isso precisaria de fazer a curatela dela,mas não tenho condições de pagar um advogado pois ganho R$ 1500.00 e tenho que sustentar a casa , ela mora comigo pois cuido dela.A pensão dela é r$ 510.00 que é usada para pagar a cama hospitalar as fraudas e remédios etc. Será que voce pode me indicar como proceder sem ter que pagar um advogado para conseguir a curatela dela.

 

ADVOGADO RESPONDE:

Se você não pode pagar um advogado, deve buscar os serviços da Defensoria Pública. Algumas faculdades de direito também oferecem serviço de assistência jurídica gratuita para necessitados. Mas, sim, você precisará de advogado (seja ela particular ou defensor público) para ajuizar a interdição de sua mãe.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Faz mais de 1 mês que sofri luxação de tornozelo com ruptura de ligamentos.
A empresa fez acordo comigo de não caracterizar como acidente de trabalho para não ter problemas com a empresa cliente para qual presta serviço.
Eu ficaria afastado pelo período necessário com o benefício de receber meu salário integralmente e ter reembolso de despesas com deslocamentos de táxi para hospitais, clínicas de fisioterapia e medicamentos.
No retorno médico após 7 dias ao acidente recebi um laudo preliminar e um atestado de afastamento de minhas atividades pelo período de 30 dias.
Após novo retorno 4 dias antes dos 30 dias de licença, recebi outro atestado de afastamento por mais 30 dias.
Foram indicadas 20 sessões de fisioterapia dentro deste novo período de 30 dias para novo retorno.
Ao término das 20 sessões de fisioterapia poderá haver indicação de mais 10 ou mais 20 sessões antes de se ter a resposta final do caso sobre a necessidade de cirurgia para reconstrução dos ligamentos.
A dúvida é: faltam 21 dias para concluir os 30 dias restantes antes do novo retorno.
Posso retornar voluntariamente ao trabalho antes do término do prazo dado pelo médico? Ou seja, ainda estou sob licença médica.
Que problemas eu poderia ter se retornar voluntariamente ao trabalho pela condições de acordo que fiz?

Aguardo retorno,

 

ADVOGADO RESPONDE:

Bom dia!

Você corre o risco de perder seu benefício do INSS, e sofrer processo crime por recebimento indevido. Se você está apto, sugiro que procure o INSS e solicite o cancelamento do benefício, declarando-se apto ao retorno ao trabalho.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Gente pelo amor de Deus quem pode me esclarecer essa duvida?
Estou morando com um rapaz há 2 anos por ele ser mais novo que eu, horas sei que não vai ser duradouro, então quero saber se quando nos separar ele vai ter direito a pensão etc e tal?
, Precisamos saber se essa lei vale para que já estar junto antes dela ser vigorada ou a parti de hoje? Tenho certeza que essa duvida é de centenas de casais gays? Diga-me que direitos essa pessoa que vive comigo terá? Já que não nos amamos e não queremos construir família.
Abraços

 

ADVOGADO RESPONDE:

Independentemente da idade, a existência de união estável homoafetiva é demonstrada pela união duradoura, pública e contínua, com intuito de formar família (casal também é família). Essa lei a que você se refere já é válida desde 1996, aproximadamente. O que se debate hoje em dia nos noticiários é a decisão do STF que reconheceu o direito de conversão da união estável de casais homoafetivos em casamento.

O simples fato de ter união estável ou casamento não implica em pagamento de pensão. Os direitos (e deveres) são os mesmos de um casal de homem e mulher. Destacaria, em especial, a comunicação dos bens adquiridos na constância desta união estável (os bens pertencem a ambos, não importando quem o adquiriu). Para pagamento de pensão alimentícia, não basta a separação de casal de união estável; a grosso modo, deve ser comprovada a necessidade de quem pleiteia alimentos, e sua incapacidade para o trabalho.

Boa sorte!

 

DÚVIDA:

Bom dia.

Gostaria de saber a respeito do exercício da profissão de osteopatia.

Sei que no Brasil, a osteopatia é reconhecida pelo COFITO (ou crefito) como especialidade da FISIOTERAPIA.

No entanto, em vários paises da Europa, a osteopatia ou é uma profissão não regulamentada ou é uma especialidade da medicina ou da fisioterapia também.

No meu leigo entendimento, a OSTEOPATIA é uma técnica, não sendo no BRASIL, exclusividade de fisioterapeutas, visto que as profissões devem ser regulamentadas em LEI e não em RESOLUÇÔES DE CONSELHOS. Como no caso da acupuntura, que apesar de ser reconhecida por diversos conselhos (medicina, fisio, psicologia) como especialidades da área, na verdade é uma profissão LIVRE< visto que não existe LEI que trata de sua regulamentação.

Fica a minha dúvida: No Brasil, caso eu encontre algum curso LIVRE, ou aprenda a técnica inclusive fora do país, ou até mesmo de forma autodidata a OSTEOPATIA, eu poderia utilizar no meu cartão de visita o termo OSTEOPATIA ou o fato do CONSELHO FEDERAL DE FISIOTERAPIA ter reconhecido a tecnica como especialidade da FISIO, eu, por não ser formada em fisioterapia, não poderia usar o nome OSTEOPATIA no meu consultório de terapias.

Aguardo retorno. Muito obrigada!

 

ADVOGADO RESPONDE:

Bom dia!

A princípio não, você não poderia usar a qualificação ou especialidade OSTEOPATIA sem ser fisioterapeuta. Se é este o seu caso (não é fisioterapeuta, e pretende usar a osteopatia), eu sugeriria impetrar mandado de segurança preventivo, para provocar a discussão jurídica da possibilidade de atuar com osteopatia antes de sua regulamentação por lei.

Boa sorte!

 

 

 


Conteúdo sindicalizado