Entrevistas

warning: Creating default object from empty value in /home/maite/public_html/modules/taxonomy/taxonomy.module on line 1390.

Direto do Rio de Janeiro, conheça mais da boneca Giselle Meirelles - uma jornalista poderosa

1- Como nasceu Giselle Meirelles?
Res.: Bom, Giselle Meirelles simplesmente surgiu aos sete anos de idade, já com uma personalidade muito forte e marcante, sempre direta, clara, objetiva e decidida em suas questões pessoais.

1.a- Você se considera transexual, travesti, boneca, ou o que? Porque?
Res.: Eu sou tudo um pouco rsrsrsrsrrsrs. Porque tenho alma feminina, delicada como uma flor e tenho corpo de uma pluma leve. Mas particulamente gosto muito do termo BONECA, pois acho uma palavra carinhosa e soa como forma de uma criança pura.

2-Você teve muitas dificuldades em sua descoberta? Passou muitos preconceitos? Fale mais sobre isto
Res.:Dificuldade todas nós passamos e passa né rsrsrsrsrs seria até uma hipocrisia de minha parte falar que não rsrsrsrs Sempre tem conflito na descoberta e em relação ao preconceito, acho que esse tema sempre vai existir, ainda mas no mundo que vivemos. Não sofri tanto preconceito assim, exceto em caso do uso do toalite. Qual usar???????????rsrsrsrsrsr

2.a- Você nasceu em que cidade? Mora aonde atualmente? Como é viver em sua cidade? Dificuldades e alegrias.
Res.: Sou Manaura (Manaus) E moro no Rio de Janeiro. Bom você diz aonde: No Rio ou em Manaus rsrsrsrsrsrsr Se é Manaus sem chances, a vida muito precária e sofrida( Tudo muito caro e as pessoas tapadas) No Rio Tudo normal como deve ser tendo as suas dificuldades e suas alegrias isso depende de cada um...

3- E sua familia? Como foi este processo para eles? Como eles encararam? E hoje?? Como é sua vida com eles?
Res.:Bom, no começo é um choque, até mesmo porque meu pai de quartel”Coronel” então já viu como é NE rsrsrsrsr, mas deu para modificar essa situação devido a muito diálogo, já com a minha mãe foi mas tranqüilo, porque mãe é sempre mãe né rsrsrsrsr apesar que existem umas que Deus me livre rsrsrsrsrs até hoje eu guarda a fala que minha mãe fez comigo no dia em que cheguei para ela e contei toda a verdade. Ela simplesmente virou e falou: Você sempre será meu filho, não importa o que você faz e fala, mas importante é você, apenas não consiguerei chamar você de filha e Giselle rsrsrsrsrsrmas isso é relevante rsrsrsrrsrsrs Na verdade meus pais sempre respeitaram-me como eu sou...

.
4- Sobre estudos, qual o seu grau de escolaridade? Como foi sua vivência na escola?
Res.: Sou formada em jornalismo e minha convivência em todos os colégios que estudei foi sempre muito bom com os colegas e professores, principalmente na hora da chamada em usar meu nome Giselle Meirelles e não o de batismo

5- Sobre sua vida profissional, conte-nos mais. Trabalha com o que? Gosta? Porque escolheu esta profissão?
Res.: Além de ser formada em jornalismo, tenho outras profissões e fiz e continuo a fazer cursos. No momento sou Secretária Execultiva do Grupo pela Vidda/RJ e do Presidente Márcio Villard também do Grupo Pela Vidda/RJ e escrevo para os veículos de comunicação Revista Vip Brasil, Revista Destaque da AFPB e Jornal do Metrô e agora fui convidada por você para fazer parte de umas de suas colunista para a Casa de Maitê e fiquei supre feliz com o convite em estar de um forma contribuindo para o crescimento e sucesso. Sou também Coordenadora do Grupo TransRevolução destinada a “Travestis e Transexuais”. Adoro tudo que faço e faço sempre com carinho, dedicação e vesto a camisa e escolhi a profissaõ de jornalismo por gostar de escrever, ler e entrevistar pessoas do cotidiano e públicas.

6- Hormônios e silicone? Você usa? Já usou? Como eles entraram em sua vida e de que maneira mudaram sua vida? 
Res.:Hormônios, já use e entraram no momento em que eu precisava fazer algumas mudanças no meu corpo.

7- Quais as grandes qualidades e defeitos que você acha pior nos outros?
Res.: Nossa nos outros rsrsrsrsrrsrsrsrsrsr
Qualidades: Amizade, Solidariedade e Verdades
Defeitos: Inveja, Mentiras e Ignorâncias

8- Quais as qualidades e defeitos maiores que você possui?
Res.:rsrsrsrsr minhas rsrsrsrsrsr
Qualidades : Verdadeira, Amiga e Honesta
Defeitos: Direta/Taxativa, Não Comer e Não Esquentar a cabeça com nada rsrsrsrsrsr

9 - E amor? Conte-nos mais sobre este aspecto de sua vida.
Res.:Lindo quando se é verdadeiro. Bom, eu apenas tive um lindo e grande amor, até o momento e a data de hoje não encontrei nenhum grande amor rsrsrsrsrsrHoje em dia o ser humano estão muito interessados em outras coisas do que no naquele grande Amor Verdadeiro. Mas amo-me muito...

10 - Como as pessoas que estão lendo esta entrevista podem entrar em contato direto com você?
Res.:Poderá entrar em contato pelo meu site pessoal www.giselle.hd1.com.br e-mail mgisellekuzattis@hotmail.com ou pelo telefones: (21) 9665-6743, 8761-1474, 4104-2300, 8339-2753 e 7625-3302

11- Fale mais sobre o grupo  Transrevolução , como ele atua, reuniões e como as pessoas interessadas podem estar participando???
Res.: O Grupo TransRevolução é um Grupo de convivência destinada a Travestis e Transexuais, com reuniões abertas quinzenalmente, sempre com um Tema e um Convidado Palestrante para debates e depoimentos e que são realizada no Grupo Pela Vidda/RJ sempre as 18:00 horas e os interessados poderá entrar em contato comigo pelos telefones, e-mail ou também acessando o site para saber mais sobre os nossos trabalhos e agenda de reuniões. Site: www.transrevolucao.hd1.com.br
Ou no Blog: HTTP://transrevolucao.blogspot.com

12 - Deixe um recadinho para @s milhares de pessoas que acessam o Site Casa da Maite.
PARA QUE O MAL PREVALEÇA BASTA AS PESSOAS DE BEM SE CALAREM...

Maite Schneider entrevista o produtor e ator Leo Batata - de Divinópolis para o mundo

1- Por quais motivos decidiu iniciar sua carreira como produtor teatral?

Na verdade, comecei produzindo eventos. NA adolescência, eu organizava as minhas festas de aniversário e as festas de amigos. E eu sempre gostava mais de organizar, que das festas em si. A mesma coisa com o teatro, eu reunia um pessoa e cuidava de todos os trÂmites para nossas apresentações em um café muito charmoso de minha cidade. Aí, quando o SATED abriu a banca para diretores de produção, eu fui até lá, me inscrevi, e peguei minha DRT.

2- O que o levou a trazer a excelente peça " Lugar de Mulher..." com o talentoso ator Claudio Ramos para a cidade de Curitiba?

Bom, já conheço o Cláudio e o trabalho dele há uns sete anos no mínimo. Sei da capacidade dele de conquistar novas platéias, e vinha negociando a vinda dele aqui a algum tempo. Com a proximidade do dia internacional da mulher, resolvemos trazê-lo. Eu sabia que Curitiba merecia uma apresentação deste nível, e senti que era a hora.

3- Como foi fazer a produção deste espetáculo? Que dificuldades e apoiadores conseguiu?

Não foi fácil. Acho que pela minha inexperiência com o mercado local, foi complicado angariar fundos pra fazer a peça. Tanto que fizemos sem patrocínio. Como as empresas não conheciam nem o trabalho dele ou o meu, recusaram nossos pedidos de apoio. Algumas nem receberam o projeto, ele ficou ali, na mesa da secretária. Mas encontrei um enorme apoio nos meus amigos. Cada um ajudou a sua maneira, um emprestou o carro, outro emprestou um pouco de dinheiro e assim a coisa aconteceu.

4- Como Curitiba recebeu este seu primeiro projeto? Pretende continuar nesta empreitada?

A platéia curitibana foi extremamente generosa com o espetáculo. Ao final, aplaudiram de pé, o que eu achei maravilhoso. Pretendo continuar sim, este foi apenas o primeiro passo,e valeu muito pela experiência.

5- Quais os planos futuros e como pessoas e empresas interessadas podem estar apoiando?

Tenho estudado muito as leis de incentivo a cultura, tanto municipais e estaduais quanto as federais. Quero tentar produzir espetáculos contando com este apoio, que facilita tanto a minha vida, quanto a dos meus apoiadores. O que as empresas podem fazer é receber o projeto, convidar para uma conversa e esclarecer eventuais dúvidas. Assim, fica mais fácil conceber uma relação confiável e transparente entre as duas partes.

6- Deixe um recado para as pessoas que lêem o site "Casa da Maite" E que desejam iniciar nesta área de produção

Não sei se sou indicado para dar algum conselho, afinal, eu também estou aprendendo a arte do ofício. Mas uma boa dose de coragem, arragaçar as mangas e trabalhar duro e incansávelmente funcionou muito bem pra mim. Fora que eles devem estudar muito, conhecer o seu produto e nunca desistir.

 

Entrevista com o modelo curitibano Ismael Furtado - capa de G Magazine de Setembro/2008

NOME COMPLETO: ISMAEL ALMEIDA FURTADO
NOME ARTÍSTICO: ISMAEL FURTADO
IDADE: 20 anos.
ALTURA: 1,90m
BAIRRO ONDE MORA: Santa Quitéria
ESCOLA ONDE ESTUDOU: Bagozi
UMA FRASE: Determinação e paciência!

ESTUDOS - TRABALHOS - HOBBIES: Tenho ensino Médio completo. Atualmente estou terminando um curso pra eu poder prestar concurso publico na área bancária. Trabalhei como estagiário do tribunal de justiça e cursos de inglês (Básico) e também nos negócios da família (Restaurante Veromar).
Gosto de malhar e final de semana jogar futebol com amigos, ir nos jogos nos estádios e sair com amigos azarar umas gatinhas.

RELACIONAMENTO COM OS PAIS: Sempre me dando conselhos da vida, atenciosos, preocupados sempre tudo o que está rolando em minha vida, super cuidadosos comigo e com minhas duas irmãs. 

E QUANDO DANÇA? O QUE GOSTA? : Acho legal a reação das pessoas olhando e a ótima animação quando toca a música preferida.
E O QUE NÃO GOSTA? Nada

MELHORES MOMENTOS DE SUA VIDA PESSOAL: Uma vez q eu fui escolhido o melhor aluno do colégio, e estavam presentes praticamente todos meus familiares... nesse dia eu senti uma felicidade muito boa!! Outros momentos muito bons que eu tive foram com meu primo quando ele morava em Curitiba.

E PROFISSIONALMENTE?: Quando ganhei um concurso em 1º lugar numa das melhores baladas de Curitiba onde eu trabalho - a Cats Club (Concuro Gato-da-Cats).

E AMIGOS? : Pessoas que eu considero mesmo tem várias mas pra mim meus amigos mesmo existe dois GUILHERME E DANIEL 

AMORES?: Segredo
MULHER DOS SONHOS? : Linda, inteligente, gostosa e q concorde com os meus pensamentos ou seja o meu jeito de pensar..  

COMO SURGIU O CONVITE PARA SAIR NA GMAGAZINE?
Olha foi interessante porque trabalho com o produtor de elenco masculino Marcelo Ytamaraty há 2 anos já, aqui em Curitiba, Santa Catarina, e várias cidades, sempre viajando em eventos em casas mix e gls!
Temos páginas na web, filmagens no youtube, somos muito vistos pois meu trabalho é bem coordenado pelo Marcelo Ytamaraty e por isto foi uma vitrine para o convite. No começo relutei em aceitar pois ignorava as condições e finalidades, mas depois de vários contatos por email e internet, teve o contato pessoa, que me trouxe muita segurança. Quando o pessoal da revista veio até Curitiba e nos encontramos, finalizamos a conversa com o meu sim para este trabalho que espero ter agradado e honrado nossa classe!

Se você se interessou e quer ter o gato Ismael em seu evento basta entrar em contato direto com Marcelo Ytamaraty pelo email ytamaraty_@hotmail.com

 

Entrevista com a drag de Curitiba - Beth Boo





Untitled Document

1- Como nasceu Betty Boo?
Betty Boo nasceu de uma brincadeira para variar de se montar para ver como ficava, pois sempre tive pouca barba e conheci as pessoas certas e ai foi....
Me montei para ir em um bar ver um concurso e já me contrataram para uma festa particular, pois era filho de Laidy Nona( já falecida hoje),e trabalhávamos juntos com produção, e ela sempre disiz" bicha tem que se montar esse carão de Ru Paul é tudo nega"... e assim foi o começo, fui adotada por Brigitte Bealieu que me colocou na Queem Mix Club e daí foi babado e confusão... e o meu nome surgiu por causa do desenho da Betty Boop e gostava tanto mas resolvi mudar o sobrenome para Boo por causa da musica it's raining men que começa com uns trovoes bem boooooooooo!!!!

1.a- Você se considera transexual, travesti, boneca, ou o que? Porque?
Me considero uma Drag queem, acho essa pergunta interessante, não tenho nem um preconceito mas temos que saber diferenciar as "classes" sou um profissional que animo festas, faço muitos eventos heteros aonde tenho o maior prazer em dizer as diferenças. Me considero uma drag por causa do meu estilo carregado bem diferente das outras "classes" já gosto de cores fortes, olho forte, lente de contato, um plataforma bem alta...... sou uma drag priscila entende gata... com certeza que sim pois vc me acompanha desde os meu primeiros passos... rs rs rs..


(BETH BOO EM CAMPANHA PARA A THÁ CONSTRUTORA)

2- Você teve muitas dificuldades em sua descoberta? Passou muitos preconceitos? Fale mais sobre isto
Um pouco, pois desde criança já era diferente... rs rs rs adorava uma boneca.... bom como sou do interior, quando resolvi me assumir me mudei para CTBA e no começo tudo é meio confuso e eu era bem inocente... ainda sou ...rs rs rs e sofri sim já escutei cada uma: " Alem de negro é viado..." e daí vc pode imaginar como foi, mais sempre tive bom humor e me fazia de boba e nem confiança.

2.a- Você nasceu em que cidade? Mora aonde atualmente? Como é viver em sua cidade? Dificuldades e alegrias.
Sou do interior do Pr de Rolândia, mas já moro em CTBA há 14 anos, viver em minha cidade não consigo mais apesar de toda minha família morar lá . muito pequena e muita gente querendo se meter em minha vida não aguento... fico loooooooooooouca.... mas sei que me amam, sinto muita falta de ter minha família e amigos de infância próximo, mas hoje descobri em algumas pessoas amigas, e tenho um família maravilhosa que amo e convivemos muito bem, alegrias temos todos os dias e tristezas também faz parte da vida de todos nos...

3- E sua familia? Como foi este processo para eles? Como eles encararam? E hoje?? Como é sua vida com eles?
Minha família a pricipio descobriram por uma entrevista da RPC na hora do almoço e foi um choque pois na época( não que faça tanto tempo rs rs) não se tinha muita informação e para todos um homem vestido de mulher era sinônimo de coisa ruim... enfim preconceitos e tabus antigos...o processo foi lento mas todos encaram muito bem quando descobriram que era um trabalho profissional e que era apenas uma atuação que não tinha nada de mais...Hoje tudo é ótimo meu irmão é tudo de bom e minha mãe aceita numa boa... mas respeito e evito de ficar mostrando tudo a ela pela a idade e até mesmo por respeito nos amamos e nos damos muito bem...

4- Sobre estudos, qual o seu grau de escolaridade? Como foi sua vivência na escola?
Eu tenho o 2º grau completo e penso em fazer uma faculdade... vamos ver e na escola eu escutava umas coisas mas sempre ficava numa boa e me fazia de morta que não era comigo... quem nunca foi chamada de "viadinho"???....

5- Sobre sua vida profissional, conte-nos mais. Trabalha com o que? Gosta? Porque escolheu esta profissão?

Minha vida profissional deu uma vira sempre gostei de mexer com informática e até já tive uma escola na minha cidade natal, mais depois da betty boo tudo mudou, hoje trabalho em um Salão Batel e faço os meu eventos... sou maquiador e aux. de cabelereiro hoje trabalho no Jaques Janine.
Amo de montão pois sou bem reconhecido e não tenho que ficar fazendo a linha... quando estou afim de mandar alguém tomar no.... mando e pronto... e escolhi esta profissão pois adoro trabalhar com beleza e então juntei o util ao agradavel...

6 - Hormônios e silicone? Você usa? Já usou? Como eles entraram em sua vida e de que maneira mudaram sua vida?

Hormônios... já tomei uma cartelinha de anti concepcional para ver se engordava e só... não mecheu comigo como todo mundo disia... que a neca ia gonga que isso que aquilo, minha pele ficou linda... mas não tomo.

7- Quais as grandes qualidades e defeitos que você acha pior nos outros?
Bom Qualidades as vezes é difícil de achar mas defeitos sempre tem de montão... Mas a maior qualidade que adimiro é a pessoa a sinceridade.. e pior defeito falsidade e podridão que existe de montão...

8- Quais as qualidades e defeitos maiores que você possui?
Qualidades... deixa-me ver... sou amiga, companheira e sempre que precisam estou pronta atender sou muito anteciosa e meu maior defeito é confiar demais sempre me machuco... também sou bem ciumenta com maridos e amigos também...


(BETH BOO AO LADO DA GLOBAL Giovanna Antonele)

9 - E amor? Conte-nos mais sobre este aspecto de sua vida.
Bom é a coisa mais importante para mim. Se o amor ta bem o resta vai... tive um relaocionamento de 8 anos que nem sei se acabou, é complicado o convívio de duas pessoas em geral porque de gay seria diferente rs rs rs... adora estar amando sou fiel e me dedico de corpo e alma...

10 - Como as pessoas que estão lendo esta entrevista podem entrar em contato direto com você?
Podem me ligar para o fone 41 9194-2872 ou pelo meu email :drag betty boo @ yahoo.com.br ou pelo meu orkut Drag betty boo.

11 - Deixe um recadinho para @s milhares de pessoas que acessam o Site Casa da Maite.
Viva a sua vida um dia de cada vez e seja muito feliz pois a vida é oitma mas temos o dom de estragar e amem muito mas muito mesmo pois não existe coisa melhor , pensando bem tem sexo mas sempre com camisinha... um big beijo a tods que estão lendo a essa entrevista e um beijo a Maite e obrigado pelo carinho de sempre... beijos mil a todos que acompanham meu trabalho... beijos e fuiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!

 


Carla Amaral conta tudinho sobre a preparação para o IV MISS Curitiba TRANS

1- Como surgiu a ideia de organizar o Miss TRANS em Curitiba?
R: O evento surgiu nas reuniões do Transgrupo, achávamos importante termos um evento que fosse a nossa cara e que tivesse continuidade algo que despertasse interesse, desse visibilidade e pudemos nos reunir, com glamour e brilho, o qual envolvesse nossas meninas, e trabalhasse com algumas questões que achamos necessário, e resgatando histórias de alguns anos atrás, que travestis e transexuais eram ícones no carnaval curitibano, onde elas desfilavam e eram eleitas musas do carnaval daquelas décadas e fazia com que a sociedade olhasse para este segmento de forma diferenciada do que estavam acostumados, decidimos por realizar nos dias de hoje o I Miss Curitiba Trans em 2005, evento teria sim como organizadora o Transgrupo Marcela Prado, que envolveria principalmente as meninas trans, tendo como objetivo além de eleger a mais bela trans curitibana, trabalhar a auto estima, responsabilidade e integrando o segmento de trans a sociedade em geral dando visibilidade positiva e quebrando barreiras e estigmas , pois nosso evento não somente é direcionado a população LGBT e sim a toda a sociedade, assim estimulando uma boa convivência entre todos.
 

2- Este é o quarto ano do evento, é isto mesmo? Quais as novidades do IV Miss Trans para este ano?
R: Sim é nossa quarta edição do Miss Curitiba Trans, sempre é uma novidade, por mais que programemos tudo nunca sabemos do resultado final do evento em geral, mas este ano como era um de nossos objetivos, o evento cresceu esta se tornando conhecido e esperado pelas pessoas, nossas trans vem em busca de informações e de como participar, teremos shows de travestis e transexuais.
 

3- Qual o dia e horario do concurso e como as pessoas interessadas poderão ficar sabendo sobre ingressos e tudo o mais?
R: O evento será realizado no Clube Operário, na Rua João Cândido 653, Lardo da Ordem, em Curitiba, no dia 27 de setembro à partir das 23h, ingressos serão vendidos no dia do evento e mais informações pelo fone (41)3222-3999 ramal 22.
 

4- Quais os premios e quantas candidatas se apresentarão este ano?
R: Este ano temos como premiação um nootbok, sessões de laser, produtos de beleza, a vencedora será capa da revista Delírus e ainda estamos aguardando a confirmação de uma clínica que dará duas bioplastia, entre os títulos de miss simpatia, melhor traje, 1º, 2º e 3º lugar. Este ano já temos 15 candidatas escritas, mas esta previsto um número de 20 algumas ainda não confirmaram.
 

5- É facil conseguir apoio e patrocínio para este evento? Quais as dificuldades? Quem são os apoiadores até o momento?
R: Infelizmente temos muitas dificuldades para encontrarmos patrocinadores, nossa organização é sem fins lucrativos e trabalhamos sem recurso ou financiador nenhum, é muito dificel realizar qualquer ação ou evento, mas com a cara e coragem vamos em frente, nos organizamos e fazemos arrecação entre nós mesmas dentro do que podemos colaborar, nossos patrocinadores são a Secretaria Municipal de Saúde, a Bavária Papelaria, a Dermolaser clínica de depilação a laser_luz pulsada_carboxiterapia, a revista Delírius, e uma trans de Balneário Camboriú a Isabela Rios, que este ano patrocinará o traje de banho das candidatas e claro a Casa da Maitê que também desde o início participa e fez parte desta idealização. Mas estamos esperando o apoio de outras pessoas e empresas que tenham o interesse de patrocinar com brindes para a premiação, material gráfico para divulgação, e este ano nossa preocupação é que esta difícel acharmos patrocínio para a Coroa da nossa Miss.
 

6- Por que é importante um evento como este na cidade de Curitiba?
R: O preconceito e a discriminação em relação as travestis e transexuais ainda é muito forte; e com este evento damos visibilidade, trazendo as pessoas para prestigiar o evento mostrando uma outra face, a beleza a organização, e que somos cidadãs pessoas iguais, e trazemos principalmente a esta população um momento de glória, brilho e glamour, onde todas independente de estarem participando como candidatas, são as estrelas da noite e valorizadas como pessoas.

7- Ainda dá tempo de meninas interessadas participarem e se inscreverem? Como devem fazer? Transexuais operadas podem concorrer? Quais os critérios para poder participar?
R: As incrições estão abertas até dia 17 de agosto, contatos pelo fone, tem uma taxa de R$30,00, lembrando que o evento esta aberto para meninas de fora de Curitiba tb, o evento é para travestis e transexuais independe de serem operadas ou não e o critério é ser travesti ou transexual.
 

8- Deixe um recadinho para o pessoal do site Casa da Maite, a respeito deste evento tão importante.
Esperamos todos no dia 27 de setembro para prestigiar e eleger a mais bela trans de Curitiba.

 

 

Entrevista com a transexual Andressa Borges - que trabalha há 8 anos na Câmara dos Deputados

1- Como nasceu Andressa Borges?
Andressa nasceu numa ânsia desesperada de uma alma feminina presa em um corpo biológico masculino, Andressa nasceu quando vi que já não poderia mais suportar ser reconhecida como “homem”.

VICTOR WINNER conta tudinho sobre sua volta para o NEW SPM em Curitiba. Confira a exclusiva

Como se deu esta sua volta como promoter ao SPM?
R; APÓS ALGUNS MESES DE NEGOCIAÇÃO, ENTRAMOS EM COMUM ACORDO E VENDO QUE SERIA BOM PARA AMBAS AS PARTES, VOLTEI PARA DAR CONTINUIDADE DE UM TRABALHO QUE ESTAVA REALIZANDO HÁ 5 ANOS.

Entrevista com a travesti carioca Angélica Castro

1- Como nasceu Angelica Castro?
Angélica Castro, nasceu em 30 de julho de 1985 na cidade de Duque de Caxias no Rio de Janeiro, filha única sempre mimada e paparicada meus pais nunca deixaram me faltar nada

1.a- Você se considera transexual, travesti, boneca, ou o que? Porque?

Entrevista com a transexual catarinense Patrícia de Castro

Hoje vamos falar um pouco, da supr Patricia de Castro....ai embaixo segue um pouquinho dela.... mora em Florianópolis, SC, na praia do Morro das Pedras, e atualmente está sozinha (rssss).

Iran Malfitano fala de seu personagem enrustido na próxima novela do horário nobre da Globo

Na próxima novela global das 21 horas, “A Favorita”, o ator Iran Malfitano interpretará Orlandinho Queiroz, uma figura bem conhecida no mundo gay: um rico mauricinho que se cerca de modelos para sair nas fotos de colunas sociais, mas que nutre um sentimento “diferente” por seu amigo Halley (Cauã Reymond). Escrita por João Emanuel Carneiro, a trama deve estrear em 2 de junho, mas Iran já adiantou ao Mix Brasil algumas particularidades de seu personagem e dispara: “Eu não julgo nada nem ninguém”.

Entrevista com a TOP drag BARBARA BOUTH, que está arrasando em temporada no Equador

Não poderia começar a minha coluna aqui no site Casa Da Maite em mais grande estilo.
Hoje venho trazer pra vocês uma entrevista com a super top poderosa BARBARA BOUTH
Super top drag, conhecida em todo o Brasil e em algumas partes do mundo!

Entrevista com a transexual de Joinvile - Joyce Hellen

1- Como nasceu Joyce Hellen?

Meu nome Joyce foi eu quem escolhi,,,pelo fato de se referir a jóia,,,e Hellen acrescentei depois por achar que os dois nomes combinavam comigo,,,, pois toda trans costuma colocar dois nomes, foi aí que nasceu Joyce Hellen.

1.a- Você se considera transexual, travesti, boneca, ou o que? Porque?

Conheça a drag de São Paulo - Anny Ballonny

1- Como nasceu Anny Ballonny?
Tudo teve inicio com meus 16 anos de idade, numa matine de domingo. Sempre me encantava com os shows das divas que invadiam o palco. Lembro-me até hoje o primeiro show que vi, posso dizer que foi uma arte que me apaixonei profundamente. Naquela época se montar era algo meio difícil pra mim, menino tímido com vergonha do mundo e com medo da reação das pessoas...


Conteúdo sindicalizado