Família

warning: Creating default object from empty value in /home/maite/public_html/modules/taxonomy/taxonomy.module on line 1390.

Descoberta pelo meu irmão

Eu sou a Thata, tenho 14 anos, cab loiros e olhos castanhos.
Comecei a transar no carnaval desse ano, e desde lá
q num paro mais. Isso q vou contar aconteceu no final
do mês passado. Eu tava atrasada pra aula de natação
e acabei deixando a agenda perto do computador... nela
tinha um disquete com um monte coisas minhas... e o
meu irmão acabou lendo... Ele ficou sabendo de
muita coisa... o pior é que ele acabou descobrindo
q a irmãzinha querida dele é uma puta...
Mas o problema nem foi a agenda, foi o que tava no disquete...

Ônibus lotado, filho tarado

" A greve dos motoristas e cobradores de ônibus já
entrava no seu terceiro dia de duração, a cidade estava um caos; o
trânsito vivia congestionado e os poucos ônibus que circulavam, iam e
vinham completamente lotados. Era impossível transitar na cidade sem
ficar irritado com a lentidão do trânsito e eu passava a realizar
longas caminhadas para ir à escola, evitando assim o nervosismo de
enfrentar todo aquele tumulto, porém, naquele dia tive de acompanhar
minha mãe até o centro da cidade onde ela finalizaria o acerto de um

Fodendo a filha e o pai

Sou médico, solteiro e ainda moro com meus pais,
tenho 25anos, alto e muito forte. Certo dia quando meus
pais viajaram, fiquei sozinho em casa e muito entediado,
sem nada pra fazer. Tenho uma vizinha muito gostosa
(BIA), de 18anos, com uma bunda enorme, uma delícia,
mas seu pai sempre nos perseguia, não nos dando
chance para nenhuma transa. Seu pai (DAMIÃO)
era um negão de 1.90m de altura, muito forte
e com uma cara de maus amigos. Num certo domingo, sozinho
em casa, estava com muita fome e com muita preguiça,
foi quando a BIA tocou o interfone. Ela estava com um

Almoço depravado com a filhinha puta

Há aproximadamente dois anos, eu e minha esposa, Leila, transamos com nossa filha, Sabrina. A Sabrina se mostrou desde cedo muito safada, o que logo despertou os desejos de sua mãe, que já foi dançarina de boate (para não dizer que ela era puta)! A partir daí, foi esperar a oportunidade certa para começarmos nossa \"farra\".

Virei escravo do meu tio por uma bike

Quando estava chegando o Natal eu pedi uma bike de presente pro meu pai mas ele disse que era muito cara e ele nao podia comprar uma. Entao no dia seguinte o meu tio irmao da minha mae disse que se eu fizesse uma coisa pra ele eu ganhava a bike no Natal. Eu achei esquisito porque ele sempre olhava pra mim com um jeito estranho, sempre que podia passava a mao em mim mas eu perguntei o que é que eu tinha que fazer e ele disse na maior cara de pau "eu quero que voce passe o fim de semana no meu apê da Barra como meu escravinho".

Eu, meu pai e meu irmão

Sempre fui muito mas proxima do meu pai do que da minha
mae. Sempre conversavamos muito, tomavamos banhos juntos,
saiamos. Depois que fiz treze anos meu pai passou a
falar de sexo comigo, e sempre que tinha alguma duvida
sempre perguntava para ele. Uma vez vendo uma revista
de sexo perguntei por que os homens gostavam de pegar
nos peitos da mulheres, ele ficou me olhando diferente
e falou que isso era muito bem que dava muito tesão
tanto pro homem quanto para as mulheres, e disse que
iria me mostrar so para me mostrar que mesmo com ele

Foda co mamãe


Meus pais se separaram eu tinha 7 anos, fiquei morando
com minha mãe e meu irmão mais novo de
4 anos. Desde os oito já sentia muito prazer
em brincar com meu bilao, mas nem sabia o que era punheta.
Minha mãe sempre andou a vontade dentro de casa,
andava só de calcinha, nua quando saia do banho
e nunca fechava a porta do banheiro. Com o passar idade
já com 13 anos não a via como minha màe
e sim como uma fêmea.

Ficava a bisbilhotando nua
no banheiro, e quando ia tomar banho batia uma tremenda

Como aprendi com a priminha

" Após os cumprimentos entre
os familiares fui dar uma volta no sitio junto com Kátia,
que logo em seguida chamou-me para ir pescar no açude
perto da casa, logo aceitei. Ela por Ter apenas 18 anos
era uma ninfeta adorável mas sempre eu a olhava
sem interesse apenas como a minha priminha II, após
várias horas tentando pescar desistimos pois
não havia pegado nada, e voltamos para a sua
casa que quase estavam servindo o almoço sem
nós. Fomos lavar as mãos e sentamos a
mesa para almoçar; acabando o almoço Kátia

Minha irmã Larissa é uma tarada

Num final de tarde de verão, uma suave brisa
marinha entrava pela janela enquanto eu estava na mesa
lendo o jornal quando minha irmã mais velha,
ná época com 21 anos e eu com 17, veio
até mim perguntando se não tinha uma bala.
Ela sabia que eu tinha acabado de comprar na padaria,
mas como estava com preguiça de dar disse que
não. Ela bem atrevida que era disse que eu tinha
e estavam no meu bolso e veio pelas minhas costas colocando
a mão em meu bolso...

Suruba em família

Sempre tive um tesão imenso pelo que me é
proibido. E pelo que é diferente para essa sociedade hipócrita em que
vivemos. Gosto tanto do "diferente", do "proibido", que já acho
homossexualismo normal. Assim, sempre tive um tesão fudido na minha tia
"velha"(39 anos) e na sua filha, minha prima de 18 anos. Mas nunca
cheguei a tentar nada. Apenas uma vez em que coloquei um calmante bem
forte na bebida da minha tia, para ver se ela desmaiava, e eu poderia
finalmente passar a mão sobre aqueles imensos seios ( não adiantou

Enquanto a sobrinha dormia

Aconteceu, no natal de 1997, um fato
que, no futuro, veio a se confirmar como um excelente
presente. Sem que eu fosse previamente informado, apareceu
em minha casa uma sobrinha de minha mulher que, desejando
mudar um pouco de ares e criar alternativas de crescimento
intelectual e profissional, deixou a casa dos pais e
veio nos pedir acolhida. Luana, a indigitada sobrinha,
acabara de completar então dezoito anos, embora
não aparentasse mais de 15. Moreninha, baixinha,
medindo mais ou menos 1,60 de altura, pernas grossas,

Pegou a tia no banheiro

"Meu nome é Reinaldo e moro
em Brasília. A história que vou relatar
aconteceu quando fui passar um final de semana na fazenda
de um tio, perto da cidade. Ele é casado com
minha querida tia Sara, um tesão de mulher, que
povoava a imaginação dos homens da família
e da vizinhança. Vejamos: ela tem os seios pequenos,
do tamanho ideal para caberem entre os lábios,
e uma bundinha de dar água na boca, arrebitada,
bem morena, queimada de sol.

Quero amar minha filha

" Eu tenho uma filha de 18 anos
ela é simplesmente linda, tem um corpinho maravilhoso
uma bundinha de dar inveja a qualquer mulher, seios
durinhos, hummmm uma maravilha. Já faz um tempão
que venho observando ela e tocando muitas punhetas pensando
nela. Fico sonhando em beijar sua boca sentir a lingua
dela dentro de minha boca. Sentir minha lingua deslizando
pelo seu corpo, sentir o calor de seus seios em minha
boca. Poder chupar aqueles mamilos lindos e sentir seu
corpo se arrepiar com minhas caricias. Poder sentir

Meu tio safado

Gente bem esta passagem que vou contar da minha vida
relutei muito pra falar sobre ela aqui, mas incentivado
por um amigo do canal dos ursos resolvi contar o fato
ocorrido comigo, vamos ao relato.

Minha mãe é uma loucura

" Tudo começou quando eu
tinha 18 anos ( hoje tenho 21), como todo bom adolescente
fiava de pau duro ate de ver calcinha em varal, e a
muito tempo que eu ficava olhando para minha mãe,
que mulher gostosa, do tipo mulherão mesmo 1,75m
38 anos morena do olhos claros uma deusa . Não
perdia uma chance de espiar ela tomando banho, e como
moravamos sozinhos, ja que meu pai morreu quando eu
tinha 10 anos, eu podia ficar tranquilo olhando pela
fechadura da porta do banheiro, e como era gostoso ficar

Incesto com minha irmã

Nem sei como começar. Finalmente conseguí comer minha irmã. Era algo
que vinha buscando nos últimos 2 meses desde que pelada no banheiro
pela primeira vez. Ela tomava banho quando eu sem querer entrei no
banheiro, ambos ficamos assustados pois eu não sabia que havia alguém
tomando banho e ela não sabia que eu estava em casa. Ao entrar ela
estava de baixo do chuveiro de costas para mim e pude ver aquela bunda
maravilhosa com a marca do biquíni. Desde então vinha batendo muitas
punhetas pra ela todas as vezes que a via de calcinha no quarto.

Fim de semana com a namorada e a mana

" Minha namorada tem 28 anos, é
bonita, possui um lindo corpo de 1,65 m de altura, peitos
durinhos, bunda redondinha, coxas e pernas simplesmente
maravilhosas. Além disto, é separada de
um cara que não soube cuidar dela durante 1 ano
de casamento. Ela se chama Dani, possui curso superior
e super-alto-astral e tem uma cabeça bastante
aberta. Tudo que propus a ela até hoje, ela topou
fazer. Uma dessas coisas é o que vou contar neste
relato. Certa noite, depois de transarmos, fui conversando
com Dani a respeito de sexo a três. Confessei-lhe

A sobrinha de minha esposa

" Vou contar para vocês uma
história que me aconteceu há dois anos
atrás...

Sou casado, tenho dois filhos. Eu costumo
viajar muito para um sítio de minha família,
perto daqui de São Paulo. Numa dessas viagens,
fomos eu, minha esposa, meus filhos e uma sobrinha de
minha esposa, chamada Camille...

Meu primo gostossssso!

Eu um cara alto, 1,80 m, olhos verdes, não deixo de ser definido, por
causa da natação que faço há muitos anos e tenho 20 anos. Este de que
vou falar também não é bem gato. Ele é mais alto que eu, 1,85 m, olhos
pretos e por ele trabalhar na roça é bem definido e forte, ou seja, uma
deliciaaaaaa, e tem 25 anos.

Uma certa vez eu estava com ele num
rio na minha fazenda e nós ficamos tomando banho pelados e ele começou
a se punhetar dentro da água e num deixei pra trás.

Meu primo e minha primeira vez

Sou
de Manaus e de vez em quando voces vão ter notícias daqui. É que por
ser um pouco longe, muitos não conhecem, mas aqui é muito bom e o calor
e o sol forte, aliado à beleza amazônica, faz com que o sexo seja
praticado de uma forma muito "quente". Vou começar pela minha própria
história.


Conteúdo sindicalizado