Família

warning: Creating default object from empty value in /home/maite/public_html/modules/taxonomy/taxonomy.module on line 1390.

A massagem da minha irmã

Oi, caso naum queira ler nossas descrições pule para o CONTO. Meu nome
é Cintia, tenho 19 anos, sou branca, cabelos castanhos e lisos até o
ombro, olhos mel, boca carnuda, seios e bumbum médios e deliciosos, e
uma bucetinha bem raspadinha. Minha irmã se chama Cibele, tem 23 anos,
é bem branquinha igual a mim, os cabelos um pouco mais claros e bem
mais compridos, seios e bumbum quase iguais aos meus. Nós duas é claro,
gostosíssimas...

Carnaval com a sobrinha

No carnaval de 2201 meu marido foi pescar com meu irmão e uns amigos.
Estava imaginando o que fazer quando o telefone toca era Paulinha minha
afilhada de 17 anos, conversamos um pouco perguntei sobre seu carnaval
ela me falou que não iria fazer nada disse que meu marido havia saido e
também estava sozinha perguntei se não queria vir para minha casa... do
outro lado ouvi ela dar gritinhos de alegria... desliguei e fui
busca-la já que ela mora em outra cidade meia hora estava chegando,
quando a porta se abre minha afilhada corre pros meus braços me

Amor entre primas

Conheci a internet através da minha prima e o site através de um amigo,
que me incentivou a dividir essa história com todos vocês. Minha
família é tradicional na cidade de Floresta, no interior de Pernambuco.
Tive que me mudar pro Recife para trabalhar e estudar, pois havia
passado no vestibular para veterinária na UFPE.

Transei com minha irmã

Luana é mais nova do que eu quatro anos, mas dês de pequenas sempre
fomos muitos amigas, sempre tomamos banho juntas e conversamos sobre
nossos relacionamentos sem medo nenhum.

Fiz com minha avó

Olá meu nome é Janete, e estou aqui para contar o meu caso mais recente
com a minha avó. Ultimamente minha avó tem me visitado com muita
frequëncia, mas um dia eu sai do banho completamente pelada e tinha
acabado de depilar meu grelhinho.

Fiz meu pai se masturbar

Bom gente vou me apresentar, Me chamo Nathy, sou loira tenhos seios e
bumbum médios 1,68 52 kg tenho 18 aninhos. O q aconteceu foi a mais ou
menos uma semana, contando de hj 26-03-06.

Eu, Marina e mamãe

Como já contei eu e Marina sempre fomos amigas desde criança. Depois de
adulta volto a encontra-la como minha nova vizinha e resolvemos
namorar, o namoro durou três meses. Mas durante esses três meses algo
de especial e engraçado ocorreu.

Meu irmão safado

Bom, meu nome é Alexandre, tenho 24 anos, e tenho um irmão mais novo,
de dezenove, que está noivo, e deve casar em breve. E nessa semana
agora, hospedamos aqui em casa uma prima nossa que é uma gostosa,
quando soube que ela viria, rapidamente fiz um buraco na parede do
banheiro, para poder vê-la tomando banho. Eu sou maior e mais forte que
meu irmão, tenho 1,89 m e 90 kg, sou moreno peludo, tipo bem de macho,
que impressiona mesmo, e meu irmão puxou mais a minha mãe, tem um corpo
menos troncudo que o meu, 1,74 m e 68 kg.

Chupei o pau do meu irmão

Me chamo Pedro, e não sabia que tinha tara por pintos mas um certo dia,
estava no banheiro fazendo minhas necessidades diárias e meu irmão
tinha que entrar p/ tomar banho, deixei ele entrar, pois ele iria p/
faculdade, quando ele começou a tirar a roupa fiquei de pau duro e
falei p/ ele, ele disse para eu dar uma pegadinha, meio sem graça,
peguei naquele caralho de 21 cm. Fiquei alisando, claro ficou duro
rapidamente, não me contive e pedi p/ deixar eu chupá-lo, ele disse que
sim, comecei a sugar, ele pegou na minha cabeça e me forçava a ir

Meu tio me surpreendeu

Não gosto muito dessa parte de me descrever ok. Vamos aos fatos.

Minha mãe era viúva e morávamos sozinhos em uma apartamento em São Paulo capital.
Tenho um tio que morava em Vitória/ES e viria a sampa para prestar um
concurso. Eu nunca tinha conhecido esse parente e estava ansioso para
vê-lo.

Minha mãe sempre trabalhou muito e não teve tempo de preparar um
recepção pro irmão dela e, no dia em que ele chegou foi à rodoviária
buscá-lo as pressas enquando eu ainda estava na aula.

Padrasto e enteada

Minha história começa quando fui morar com minha atual esposa. Ela separada fazia seis anos e eu menos, quatro.
Do meu casamento uma filha e do dela três, um menino e duas meninas.
Quando resolvemos nos “juntar”, nossos filhos estavam com 18, 15 e 13
anos. A minha filha sempre procurou esclarecer comigo as suas dúvidas e
as minhas enteadas, ficavam ouvindo nossas conversas.


Conteúdo sindicalizado