• Maite Schneider

Você conhece empresas que mudam vidas?

Atualizado: 15 de abr.

Conheça o Projeto EU SOU da Starbucks que traz dignidade com ações que podem ser facilmente replicadas em sua empresa




Tenho 50 anos de idade, e troquei meus documentos há quase 15 anos. Na época, somente pessoas com cirurgia de reafirmação de gênero (sim, não mudamos de sexo!) poderiam conseguir este direito. E mesmo com cirurgia feita, tive que obedecer a uma ordem de um juiz, que obrigou que eu fosse “vistoriada” por uma equipe com 10 médicos para que avaliassem se eu poderia ter finalmente meu nome condizente com quem eu sempre fui.

15 anos se passaram, muita coisa mudou e continua mudando. Mas o papel que algumas empresas têm tido nesta melhora de mundo é revolucionário. Quando uma empresa entende que seu maior patrimônio são as pessoas que a compõem e, além disto, usam do seu alcance para MUDAR vidas (sim, mudar vidas!) elas tornam-se imprescindíveis.

Em 2020, a Starbucks, que já era parceira da Transempregos, criou uma ação intitulada “EU SOU” – que ofereceu apoio jurídico, psicológico e o pagamento das custas para que diversas pessoas trans do seu quadro de partners (colaboradores/colaboradoras) pudessem ter o DIREITO a ter o seu nome civilmente reconhecido.


- “O nome que me deram não é meu.”

- “Sempre deixei minha identidade amassada, escondida, assim ninguém vai ler nada.”

- “Não vou nos lugares com vergonha de ser barrada.”

- “É como se o corpo sempre estivesse aqui, mas a pessoa não.”

Estas são frases reais ditas por algumas das pessoas trans que participaram da ação. Frases que eu mesma repeti inúmeras vezes e que continuam sendo ditas por milhares de pessoas trans todos os dias.


Neste ano de 2022, o projeto EU SOU cresce ainda mais e a SouthRock – operadora licenciada da Starbucks no Brasil – expande a possibilidade de retificação de nome na certidão de nascimento para partners trans de seu escritório e para outras marcas que opera, como é o caso do TGI Fridays . E o projeto já começa a servir de inspiração para a Starbucks em outros países.

E sabe por que isto acontece?

Porque quando cuidamos de pessoas, as fronteiras desaparecem e multiplicam-se os horizontes.

Orgulho de saber que todas as oportunidades da Starbucks abertas junto com a Transempregos, estão abertas ao talento de pessoas transgêneras. Orgulho de ser parceira de uma marca que não somente fala que respeita a diversidade, mas mostra na prática as atitudes deste respeito.

Durante muito tempo, ser uma pessoa trans para mim era algo errado e vergonhoso. Foi difícil acreditar em mim e nas minhas melhores potências. E é justamente por ações como essa, que tanto me enchem de alegria, que consegui mudar meu jeito de me perceber. Hoje, ser trans é motivo de sentir-me plena, realizada e feliz. Consegui finalmente parir a pessoa que eu nasci para ser.

Prazer, EU SOU Maite Schneider e vocês, Starbucks, são IMPRESCINDÍVEIS.

P.S. - Te convido, neste momento, a ver o vídeo desta linda ação em EU SOU - YouTube

E te convido a refletir sobre o final dele. O que você viu de mudanças nestas pessoas, nestes olhares, nestes falares, nestes sentires? Conta para mim o que teu coração emitiu de parecer?

#EuSouStarbucks


Maite Schneider


90 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo